Posted in:

Empréstimo para negativado: 7 dicas infalíveis para não se atrapalhar com os juros

Imagem 1 - Empréstimo para negativado 7 dicas infalíveis para não se atrapalhar com os juros

Se você busca um empréstimo para negativado, é hora de colocar o pé no freio.

Então, é uma cilada mesmo? Não existe empréstimo negativado confiável?

Vamos com calma.

Em primeiro lugar, como você vai ver neste artigo, é preciso parar e refletir sobre a própria situação.

É como dizem: cada caso é um caso – e isso se aplica também a quem vê no empréstimo para desempregado e negativado a única solução.

Mas vamos partir da ideia clara de que ninguém gosta de ficar devendo.

Além de ver a dívida aumentar com os juros, é uma situação constrangedora ser visto como “caloteiro”.

Mas isso não significa que você deva fazer qualquer sacrifício para sair dessa posição.

Afinal, você é regra e não exceção.

Como veremos a seguir, a maioria dos brasileiros se encaixa na condição de endividado.

Se não é algo para se orgulhar, também não é preciso se envergonhar.

Seja por qual motivo você acabou entrando em dívidas, saiba que é possível sair delas por diferentes meios.

Entre eles, é claro, está o empréstimo pessoal online para negativados.

Vamos descobrir mais sobre a modalidade a partir de agora.

Boa leitura!

O que é negativado?

Imagem 2 - Empréstimo para negativado 7 dicas infalíveis para não se atrapalhar com os juros
As dívidas estão te apertando e não tem dinheiro para quitá-las? Se já não estiver, está a um passo de ficar negativado.

Negativado, nome sujo, inadimplente… Será tudo a mesma coisa?

Todo negativado está com o nome sujo e inadimplente, mas não é todo inadimplente que acaba negativado.

Ficou confuso? Vamos entender melhor.

O cidadão negativado é aquele que contraiu uma dívida, não a pagou e, por isso, teve seu nome incluído em uma lista de órgãos de proteção ao crédito.

Vem daí o uso de nome sujo, que na prática é um sinônimo para negativado.

Outra forma de fazer essa referência é dizer que o cidadão tem restrição no CPF.

Falei que ele é sempre um inadimplente porque esse é o termo que remete a alguém que não paga pelo compromisso financeiro que assumiu.

Se você faz compras a prazo em uma loja, você contrai uma dívida.

Ao chegar o prazo de pagamento e você não pagar a fatura, se torna inadimplente.

A partir daí, a loja vai tentar negociar o débito até que, sem alternativa, ela registre seu nome na tal lista de negativados.

É por isso que um cidadão inadimplente só tem o seu nome sujo depois de várias tentativas do credor em recuperar o valor devido.

Quando a cobrança não tem sucesso, aí sim é encaminhada notificação para a inclusão junto a órgãos como:

o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), a Serasa e o CCF (Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos).

Quais as consequências de estar negativado?

Imagem 3 - Empréstimo para negativado 7 dicas infalíveis para não se atrapalhar com os juros
Uma das consequências de estar negativado é não ter acesso a, por exemplo, cartão de crédito.

Estar negativado coloca o cidadão diante de situações constrangedoras.

A primeira delas costuma estar no fato de ser importunado a todo momento por telefone.

Seja por credores, seja por quem deseja oferecer uma solução mágica para tirá-lo dessa situação.

Mas desligar o telefone não vai resolver todos os seus problemas, pois o cidadão com nome sujo encontra o mercado financeiro de costas para ele.

Fica muito difícil conseguir acesso a produtos e serviços financeiros em boas condições.

E isso inclui abertura de conta em banco, empréstimos, financiamentos e cartão de crédito, por exemplo.

Os bancos costumam fazer a checagem pelo CPF antes de conceder qualquer forma de crédito ao cliente.

E, como a pessoa já está devendo, há o receio de que não pague também uma nova dívida.

É como se você procurasse o banco com uma tatuagem de mau pagador na testa.

Por isso, se precisar de dinheiro emprestado, é bem provável que você tenha esse pedido negado ou só o consiga com juros muito altos.

Como saber se estou negativado?

Imagem 4 - Empréstimo para negativado 7 dicas infalíveis para não se atrapalhar com juros
Pelo site do Serasa você consegue consultar se está negativado.

Você pode verificar se o seu nome está negativado pelo site do Serasa.

Basta realizar um cadastro de forma gratuita e consultar seu nome através do CPF.

Também é possível realizar a consulta pessoalmente nas unidades credenciadas.

Mesmo que você acredite não ter nenhuma dívida, vale a consulta por prevenção. Quanto antes identificar o problema, mais cedo terá a solução.

Estar negativado nem sempre é sinal de que você deixou contas a pagar.

Há casos em que a dívida existente foi feita por um terceiro.

Infelizmente, isso é mais comum do que se pensa e pode ocorrer nas seguintes situações:

  • Fraudes diversas por meio de falsificação de documentos
  • Roubo ou furto de talões de cheque ou cartões de crédito
  • Abuso de direito do credor, que é quando a cobrança for maior do que a devido, em juros de cartão de crédito, de empréstimos bancários e outros casos.

O problema é que estar com o nome sujo o expõe perante terceiros.

Como a consulta é pública, basta saber seu CPF para identificá-lo como um devedor.

A justificativa para isso é que os agentes bancários, financeiros e o comércio em geral têm o direito de se proteger dos maus pagadores.

Aviso prévio do nome sujo

É importante dizer que seu nome não deve parar em uma lista de negativados sem o seu conhecimento.

Há previsão legal de notificação do cidadão endividado antes de o registro seja encaminhado aos órgãos de proteção ao crédito.

Essa espécie de aviso prévia está estipulada no Código de Defesa do Consumidor (§ 2º do artigo 43). Veja o que diz o texto:

“Art. 43. O consumidor, sem prejuízo do disposto no art. 86, terá acesso às informações existentes em cadastros, fichas, registros e dados pessoais e de consumo arquivados sobre ele, bem como sobre as suas respectivas fontes.

  • 1° Os cadastros e dados de consumidores devem ser objetivos, claros, verdadeiros e em linguagem de fácil compreensão, não podendo conter informações negativas referentes a período superior a cinco anos.
  • 2° A abertura de cadastro, ficha, registro e dados pessoais e de consumo deverá ser comunicada por escrito ao consumidor, quando não solicitada por ele.”

Dá para abrir uma empresa com nome negativado?

Imagem 5 - Empréstimo para negativado 7 dicas infalíveis para não se atrapalhar com os juros
Se a sua dívida não está relacionada à Receita Federal, você não terá problemas para abrir seu negócio.

Se você tem o sonho empreendedor, saiba que não há obstáculos para tirar sua empresa do papel com o nome sujo.

Embora não seja o cenário ideal para iniciar um negócio, a liberação está prevista no artigo 9 da Lei Complementar nº 147, de 2014.

Mas se as pendências forem relacionadas à Receita Federal, aí sim você terá problemas para se regularizar como pessoa jurídica e obter seu CNPJ.

Sem este documento, não é possível abrir o negócio próprio.

Veja em que situações isso pode ocorrer:

Como funciona o empréstimo para negativado?

Imagem 6 - Empréstimo para negativado 7 dicas infalíveis parea não se atrapalhar com os juros
Por se tratar de uma modalidade de empréstimos oferecida por poucas instituições, o empréstimo para negativado não apresenta condições muito vantajosas.

Não tem outro jeito: a única forma de limpar seu nome é quitando a dívida.

Mas como fazer isso se falta dinheiro? Com certeza, não é uma tarefa fácil.

O que educadores financeiros recomendam é uma mudança drástica nos hábitos de consumo, buscando economia em todos os atos.

Tal medida poderia ser utilizada na construção de uma reserva financeira capaz de colocar as contas em dia.

Afinal, com dinheiro na mão, é mais fácil conseguir boas condições em uma negociação com o credor.

O problema é que as pessoas nem sempre têm paciência e disciplina para seguir o caminho mais longo e difícil.

É aí que muitas delas optam pelo atalho, sem refletir sobre os seus riscos e consequências.

Esse atalho atende pelo nome de empréstimo para negativado.

Entenda o empréstimo para negativado

Trata-se de uma modalidade de crédito oferecida por poucas instituições, geralmente em condições pouco vantajosas.

Elas aceitam conceder dinheiro ao mau pagador em troca de juros acima do que o mercado costuma cobrar.

Não é ilegal e, além disso, é praticamente a única opção que o negativado tem para quitar a dívida e limpar seu nome.

Nem que para isso assuma outra a longo prazo, mas em parcelas que cabem no seu bolso.

Metade dos brasileiros têm dívidas e mais de 40% deles recorrem ao empréstimo pessoal para quitá-las.

Entre os débitos mais comuns, estão faturas do cartão de crédito, prestações de lojas e até mesmo outros empréstimos adquiridos no passado.

Os dados fazem parte de um levantamento nacional feito pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Então, se você pensa em buscar um empréstimo bancário para voltar ao azul, não chega a ser uma exceção, longe disso.

Mas é preciso saber em que terreno está “pisando”.

De acordo com a Associação Nacional dos Executivos de Finanças e Contabilidade (Anefac), os juros para quem está devendo podem chegar até 24,38% ao mês ou 1.311% ao ano.

Enquanto o crédito pessoal para quem não está com nome sujo tem juros médios de 41,58% ao ano.

Para comparação, vale conferir a simulação feita pelo site Empréstimo Pessoal Online junto a duas financeiras que trabalham com a modalidade de crédito para negativado.

Empréstimo para negativado é legal?

Imagem 7 - Empréstimo para negativado 7 dicas infalíveis para não se atrapalhar com os juros
O empréstimo para negativado é um serviço legal, mas fique atento! Nem todas as empresas que oferecem essa solução são realmente confiáveis.

Como acabei de comentar, a modalidade de empréstimo não é ilegal.

Mas é preciso ter atenção, pois nem todos que agem no mercado têm produtos confiáveis.

A dica é sempre se informar sobre a regularidade da empresa que está oferecendo dinheiro, o que pode ser feito junto ao Banco Central.

Mesmo estando com o nome sujo na praça, existem instituições financeiras legais que disponibilizam crédito para quem deve.

Como dito anteriormente, os juros são mais altos, mas pode ser uma opção para interromper o avanço das dívidas e sair do vermelho.

Então, antes de dar esse passo e tomar uma decisão tão importante, vale colocar na balança os prós e contras da modalidade de crédito.

Para lhe ajudar, a seguir vou listar as vantagens e desvantagens do empréstimo para negativado.

Quais as vantagens de um empréstimo para negativado

Veja algumas razões para você contratar um empréstimo para negativado:

1. Liberação rápida do dinheiro

Assim que seu cadastro é aprovado, o dinheiro já estará na sua conta em 24 horas.

Em alguns casos, o banco com o qual tem relacionamento deixa um valor pré-aprovado para ser liberado no caixa eletrônico.

2. Dinheiro garantido

Se você precisa de dinheiro, não existe outra modalidade na qual você vai conseguir. Instituições tradicionais fogem de você, dado o perfil de mau pagador.

3. Pode ser mais barato que cheque especial

É difícil afirmar com precisão que uma modalidade é mais barata que outra, dada a volatilidade desse mercado e a quantidade de empresas atuantes nele.

Mas se sabe que os juros do cheque especial são altíssimos, em geral até maiores do que no crédito pessoal.

Em maio, por exemplo, o índice ficou em 13,48% ao mês no cheque especial e em 6,37 ao mês no empréstimo pessoal.

É preciso considerar, contudo, que as instituições que trabalham com negativados têm seus próprios juros no crédito pessoal.

Quais as desvantagens do empréstimo para negativado?

Imagem 9 - Empréstimo para negativado 7 dicas infalíveis para não se atrapalhar com os juros
Muito cuidado ao optar pelo empréstimo para negativados. A alta taxa de juros cobrada pode se tornar um peso insustentável para você!

Agora, quero falar de alguns motivos para você fugir de um empréstimo para negativado.

E é óbvio que o maior deles são os altos juros.

Sim, eles podem ser eventualmente menores do que os cobrados no cheque especial, mas nem por isso são baixos.

Há um risco considerável de assumir uma nova dívida que se torne impagável.

Se deixar de pagar uma prestação apenas, por exemplo, no mês seguinte ela virá muito maior e isso gera o temido efeito bola de neve.

Como dito no tópico anterior, os bancos não dão dinheiro para quem está negativado.

Isso ocorre porque a instituição não se sente segura, acreditando que quem está devendo para um, provavelmente deverá para dois.

E se você não teve disciplina para pagar uma dívida anterior, por que agora terá?

Onde é possível conseguir empréstimo para negativado?

Qualquer pessoa, seja ela física ou jurídica, pode solicitar empréstimo às instituições financeiras.

Para isso, basta escolher a organização de sua preferência.

Opções não faltam. Afinal, existem várias instituições que concedem crédito para quem está com o nome sujo.

Ao fazer uma pesquisa na internet, não é difícil encontrar candidatos a lhe oferecer dinheiro.

Mas tenha muito cuidado e estenda essa pesquisa em busca de garantias para você.

É importante se certificar da idoneidade da empresa, da legalidade de seus métodos, da inexistência de juros e condições abusivas e de como ela se relaciona com os clientes.

Vale a pena pegar um empréstimo para negativado?

Imagem 10 - Empréstimo para negativado 7 dicas infalíveis para não se atrapalhar com os juros
Você só saberá se vale a pena esse tipo de empréstimos depois de avaliar as finanças do seu negócio e fazer a gestão do seu negócio.

Depois de conhecer o funcionamento do empréstimo para negativado e de analisar seus prós e contras, a decisão sobre a validade ou não da modalidade de crédito é bastante particular.

Afinal, o que vale para um não necessariamente se aplica ao outro.

A sugestão que eu dou é justamente conhecer a sua própria realidade.

  • Como você chegou nessa situação?
  • O que pode fazer para que com a nova dívida seja diferente?
  • Como projeta os próximos meses no que diz respeito à sua capacidade financeira?
  • Não há alternativas mais baratas?
  • Você precisa mesmo de um empréstimo?

Após fazer essas e outras perguntas a si próprio, caso decida mesmo pela contratação do empréstimo, trace um planejamento.

Se você nunca foi uma pessoa organizada com as finanças, é hora de começar – antes tarde do que nunca.

Tenha pela consciência do tamanho do compromisso que irá assumir, pois ela pode tanto levá-lo ao céu quanto ao inferno.

O que parece uma boa solução pode, dependendo de suas atitudes, ser a pá de cal definitiva na sua vida financeira.

Alerta vermelho: cuidado com os juros

A informação principal, que deve guiar o planejamento sobre o qual acabei de falar, está relacionada aos juros praticados pelo crédito contratado.

Quanto mais parcelas o seu empréstimo tiver, maiores serão os juros.

Isso significa que, lá no final do parcelamento, talvez você tenha pago duas a três vezes o valor total que devia.

Mas essa ainda será uma boa notícia, pois o maior risco é não conseguir pagar justamente pelas altas taxas aplicadas.

Segundo pesquisa do SPC, esse empréstimo ainda é uma forma de muitos inadimplentes continuarem consumindo.

Entre os entrevistados, 19% usaram o crédito para, além de pagar suas dívidas, comprar mais. Um terço desconhecia as taxas de juros cobradas.

Há opiniões, como a do economista Flávio Calife, da Boa Vista SCPC, que acreditam que o empréstimo para negativado é uma forma de contrair uma dívida maior ainda.

“Se você está negativado, em vez de tomar crédito na financeira para pagar sua conta, negocie diretamente com o credor”, recomenda Calife.

7 dicas para não se atrapalhar com os juros do empréstimo para negativado

Imagem 8 - Empréstimo para negativado 7 dicas infalíveis para não se atrapalhar com os juros
Cuidado: nem tudo que reluz é ouro, por isso por mais facilitador que um empréstimo pode parecer a você, aconselho que tome alguns cuidados.

Preparei agora dicas para você não se atrapalhar com os juros e não transformar as contas em uma bola de neve.

Veja o que fazer para cuidar melhor do seu dinheiro.

1. Peça ajuda à família

Como acontece com qualquer dívida, ao fazer um empréstimo, você precisará da colaboração das pessoas à sua volta.

A ideia é economizar em todas as oportunidades, mas de nada adianta fazer a sua parte se o cônjuge e os filhos não colaborarem.

É importante que todos estejam nessa com você.

Do contrário, a solução passará longe da sua casa.

2. Controle do dinheiro

Disciplina total!

Anote tudo o que gasta, centavo por centavo.

É como fazer o fluxo de caixa em uma empresa.

A sua realidade financeira só será conhecida através de um controle rígido do dinheiro.

Será esse exercício que revelará, por exemplo, se você gasta mais do que ganha e se gasta mal, aplicando seu dinheiro exageradamente em supérfluos.

3. Cuidado com o cartão de crédito

Você já deve ter escutado isso centenas de vezes, afinal, as compras são realizadas sem sentir o dinheiro saindo na carteira.

Assim, é muito mais fácil perder o controle e ficar endividado.

Use o crédito com sabedoria.

Pense no cartão como um meio que o leva onde você quiser.

É como um carro guiado por você.

Ele não o jogará no precipício por vontade própria.

4. Evite comprar por impulso

Sempre que for realizar uma compra, seja para você ou sua empresa, pense e repense se ela é mesmo necessária.

Se você está endividado, o ideal é gastar o mínimo possível, cortando itens supérfluos.

A sensação de bem-estar provocada pela compra impulsiva desaparece muito rapidamente.

E quando ela vai embora, o desconforto é gigante.

5. Não ostente

Existe uma frase de Geraldo Eustáquio de Souza, mestre em Administração e especialista em Comportamento Humano, que resume muito bem o que é ostentar:

“Status é comprar coisas que você não quer, com o dinheiro que você não tem, a fim de mostrar para gente que você não gosta, uma pessoa que você não é”.

6. Negocie suas dívidas

É claro que ninguém gosta de ficar devendo.

Se você quer quitar sua dívida, saiba que o credor também quer receber o dinheiro de volta.

Por isso, negociar a dívida é uma atitude bastante válida.

Primeiro, porque demonstra que você quer pagar o que deve.

Além disso, com um novo parcelamento, ficará mais fácil quitar a dívida.

Assim, você também mostra para o credor que está com dificuldades para pagar, mas se tiver a ajuda dele, conseguirá realizar tal feito.

7. Troque dívidas caras por uma que aparente ter custo mais baixo

Se o valor de suas dívidas cresce de maneira exorbitante, está na hora de rever as taxas de juros.

É por isso que existe a negociação, sobre a qual acabei de falar no item anterior.

E tem mais: a lei garante a você o direito de portabilidade da dívida.

Isso significa que você pode levar seu empréstimo para outra instituição que pratique taxas menores.

Quer uma dica?

Faça uma pesquisa de mercado e identifique valores mais em conta e que caibam no seu bolso.

Como o negativado pode ter acesso a outros serviços financeiros?

Imagem 12 - Empréstimo para negativado 7 dicas infalíveis para não se atrapalhar com os juros
Já conhece a conta.MOBI? Experimente uma conta digital focada no empreendedor que oferece diversos serviços financeiros e não realiza consulta ao SPC ou Serasa.

Até aqui, este artigo falou sobre o empréstimo para negativado, suas vantagens, riscos e dicas para não quebrar a cara com os altos juros.

Mas será que não existe outra opção para quem está com o nome sujo?

Será que é preciso se sujeitar a descontos no saldo bancário antes mesmo de colocar a mão no dinheiro?

Existe, sim, outros serviços financeiros acessíveis ao negativado.

E vou falar sobre um deles agora.

conta.MOBI

Você já conhece a conta.MOBI, não é mesmo?

A conta digital do empreendedor brasileiro é também uma ótima opção para o cidadão com o nome sujo.

Qualquer pessoa, não importa que tipo de restrição enfrente ou que pendência possua, pode abrir a sua conta.MOBI de graça, sem nada pagar por isso.

E a melhor notícia para o negativado é que o seu dinheiro está seguro nela.

Diferente do que ocorre em bancos tradicionais, os credores não podem acessar o seu saldo na conta.MOBI, realizar bloqueios ou resgatar valores.

Nessa conta, você tem autonomia total.

É só você que decide o destino que quer dar ao dinheiro.

Além de todos os serviços bancários, a ferramenta ainda ajuda você a cadastrar uma meta financeira e o acompanha por todo planejamento até que o sonho seja concretizado.

A ideia é servir como plataforma de inclusão financeira, oferecendo um serviço de qualidade, com eficiência e por um baixo custo.

Diferentemente dos bancos tradicionais, você não precisa ir a agências para realizar as transações.

Basta ter um smartphone, computador ou tablet.

E para que a abertura da conta seja um processo fácil, rápido e sem burocracia, a conta.MOBI não realiza consultas ao SPC e Serasa.

Etambém não exige comprovação de renda.

É tudo feito pela internet, rapidinho, pelo portal da conta.MOBI.

Conclusão

Imagem 13 - Empréstimo para negativado 7 dicas infalíveis para não se atrapalhar com os juros
Ter um planejamento financeiro e gerenciar as finanças são fundamentais para que você evite dívidas e tenha que recorrer a soluções que pode acabar piorando a sua situação.

Neste artigo, apresentei a você um panorama geral sobre o empréstimo para negativados, seus prós e contras.

Acredito que agora você está melhor preparado para avaliar esse instrumento.

Para que esse dinheiro extra não signifique a substituição de uma dívida por outra, é necessário escolher um plano que caiba no seu bolso.

Afinal, você deve se reerguer financeiramente e não se afundar de vez.

Para tanto, vale realizar uma pesquisa minuciosa das instituições financeiras e fazer simulações de crédito.

Assim, você consegue fazer uma escolha consciente e a mais indicada para o seu bolso.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *