Posted in:

Bitcoin: o que é, como funciona e suas vantagens?

Imagem 9 - Bitcoin o que é, como funciona e suas vantagens

O bitcoin também é conhecido como criptomoeda e vem se popularizando a cada dia mais.

Por estar ganhando espaço, as pessoas têm mostrado curiosidade por esse que parece ser um grande investimento.

A propósito, você sabe quanto vale um bitcoin?

Enquanto escrevo este artigo, segundo o Dólar Hoje, o bitcoin está valendo nada mais, nada menos que R$ 17.446,04.

Ao passo que o dólar, no mesmo momento, está cotado a R$ 3,145.

É um valor que despertaria o interesse de qualquer pessoa, não é mesmo?

Não somente pessoas, mas países inteiros têm se interessado pela moeda.

No Japão, muitos estabelecimentos já reconhecem a moeda bitcoin como forma de pagamento.

Além disso, também já existem bancos que aceitam depósitos em bitcoin.

No Brasil, a criptomoeda está ganhando força, crescem os fóruns de discussão sobre ela e interessados querem garantir sua fatia nessa negociação.

Se você também tem interesse, o artigo de hoje pode esclarecer algumas das suas dúvidas e te ajudar a decidir se realmente vale a pena investir.

Vou explicar o que é bitcoin, como funciona, o que significa minerar bitcoin e também como comprar bitcoin.

Preparado?

Então, vamos descobrir tudo sobre o mercado bitcoin.

O que é bitcoin?

Antes de mais nada, é importante definir o que é bitcoin.

O bitcoin é uma moeda digital utilizada em algumas transações comerciais.

No entanto, ao contrário do real, dólar ou euro, por exemplo, ela não existe fisicamente.

O bitcoin é um código, por isso, também é chamado criptomoeda.

Imagem 1 - Bitcoin o que é, como funciona e suas vantagens
Esta pensando em adquirir bitcoins? Então fique de olho nas dicas e explicações abaixo.

Ele foi utilizado pelas primeira vez em 2009, criado por Satoshi Nakamoto.

A origem de Satoshi é um pouco misteriosa.

Não se sabe se ele é uma organização, grupo de programadores ou uma pessoa real.

O bitcoin surgiu através de um documento publicado por Satoshi em 2008, que definiu o seu conceito.

Esse documento foi publicado por P2P Foudation.

Nele, Satoshi explicava que o propósito da criação do bitcoin era oferecer uma moeda independente da intervenção de governos ou instituições.

Assim, poderia ter a confiabilidade garantida, sem interferência de valorização por eventos políticos e com a possibilidade de transações livres de intermediários.

Como é o funcionamento do bitcoin?

O funcionamento do bitcoin é uma dúvida ainda muito comum, mas com um resposta simples.

A tecnologia por trás do funcionamento do bitcoin é chamada blockchain.

Já falei sobre isso neste artigo aqui.

O blockchain é como um livro de registros, no qual estão todas as transações feitas no mundo todo com as criptomoedas.

Assim, toda vez que uma nova transação é feita, um novo código é gerado.

A sequência criptográfica do bitcoin foi feita para emitir 21 milhões de moedas.

Até hoje, já foram emitidas 16 milhões.

Todo código é adicionado ao blockchain, assim como toda transação, incorporando uma sequência numérica à pré-existente.

Isso faz com que sua falsificação seja praticamente impossível, a não ser que alguém conseguisse hackear todos os computadores ao mesmo tempo.

Algo ilógico, ao menos por enquanto

Como investir em bitcoin?

O investimento em bitcoins não é regulado pelo governo e, por ser um tema relativamente novo, também gera muitas dúvidas.

A maior delas é se é uma modinha e a outra é se realmente vale a pena.

Então, vou falar um pouco sobre isso.

Partindo da ideia que o valor de alguns investimentos dependem da lei da oferta e da procura, vamos raciocinar nessa linha para o bitcoin.

Quanto mais as pessoas procuram por essa moeda, maior o seu valor.

Por isso, no início, quando ninguém a conhecia, seu valor era muito, muito baixo, chegando a custar centavos apenas.

No entanto, estamos falando de um mercado a nível mundial.

Imagem 2 - Bitcoin o que é, como funciona e suas vantagens
Todo investimento requer atenção e conhecimento, para o Bitcoin não é diferente.

Assim que chegou no Brasil, há sete anos, o primeiro site já começou a negociá-la a 24 reais.

Nessa época, a moeda virtual bitcoin já era relativamente conhecida em outros países, e tinha algum valor.

Assim, se hoje você quiser investir em bitcoin, pode montar uma carteira.

É bem simples.

Basta abrir uma conta, sem burocracias, em alguns sites específicos, como Coinbase.com, Coinmkt.com, Blockchain.info e Hivewallet.com.

O investimento em bitcoins é seguro?

Se você realmente estiver disposto a entrar nessa, deve estar ciente sobre alguns pontos específicos sobre a segurança desse investimento.

Vou falar sobre os principais agora.

É uma moeda sem garantia

O bitcoin não possui nenhuma garantia, ou seja, não existe nenhum lastro.

Assim, quando você compra a moeda digital, não existe nada que comprove que aquilo realmente vale o que se paga por ela.

Quando falamos do dinheiro tradicional, a garantia é a atividade econômica de um país e a sua capacidade de pagamento de débitos e dívidas.

Quanto mais endividado um país, menos vale o seu dinheiro.

É uma moeda sem regulação

Essa é uma das bandeiras defendidas por Satoshi Nakamoto.

A questão é que, embora esteja se popularizando e seja aceito em alguns estabelecimentos pelo mundo, o bitcoin não foi adotado como moeda oficial por nenhum país.

E não há previsão de que isso ocorra tão cedo.

É uma moeda muito volátil

O mercado de ações também tem essa característica.

O preço do bitcoin pode variar bastante e, assim como você pode ganhar muito rápido, também pode perder na mesma velocidade.

E como é um mercado ainda em consolidação e sensível, qualquer novidade é capaz de afetar o movimento da sua curva de valor.

Além do bitcoin, outras moedas digitais estão surgindo e essa característica é comum a todas elas.

Quais são as vantagens do bitcoin?

Se não existissem benefícios no bitcoin não seria um mercado tão especulado, concorda?

Por isso, vou falar agora de vantagens que vão muito além do óbvio.

Tarifas abaixo das praticadas em moedas convencionais e impostos zero

Além dos impostos sobre a renda (altos, diga-se de passagem), com moedas convencionais, as tarifas podem chegar até 9%, dependendo do seu relacionamento com o banco.

Com o bitcoin, as coisas são um pouco diferentes.

Até o momento, as tarifas praticadas entre as transações custam menos que 1%.

Além disso, por se tratar de uma transação direta, não existe a possibilidade de uma terceira pessoa interceptar o processo e aumentar ainda mais a tributação.

Isso acaba tornando toda a operação mais barata do que ocorre com as moedas convencionais.

Imagem 5 - Bitcoin o que é, como funciona e suas vantagens
Sem burocracias e sem fronteiras, o Bitcoin é uma moeda universal.

É uma moeda universal

O bitcoin funciona da mesma maneira em todos os países. É, portanto, uma moeda global.

Assim, pode ser utilizado sem bloqueio de fronteiras e sem as burocracias do mercado internacional.

Essa é uma das grandes revoluções que esse sistema está implementando na economia atual e é isso que atrai os mercados ao redor do mundo.

Não é uma moeda que pode ser congelada

Por não estar sob controle de governos, o bitcoin não fica sob a política protecionista de nenhum país.

Assim, não existe o risco de ocorrer embargos de moeda, sobretaxas e impostos sobre transações internacionais que venham a desencorajar as transações globais.

Não corre os riscos de um colapso financeiro

Desde que os EUA aboliram o padrão ouro, o dólar varia conforme a confiança daqueles que o fabricam, ou seja, o Tesouro e as instituições bancárias.

O mesmo acontece com o real, aqui no Brasil.

Assim, quando a economia entra em colapso, não importa a razão, as moedas convencionais perdem o valor.

Em tese, o bitcoin funciona paralelo a essa situação por não ser regulado por nenhum órgão dependente da confiança do mercado financeiro tradicional.

Logo, seu valor é totalmente dependente da matemática de um algoritmo gerenciado por uma rede descentralizada, que está nas mãos dos seus vários usuários ao redor do mundo.

Pode ser doado sem controle do governo

Quando se trata de moeda convencional, toda movimentação é controlada pelo governo.

Assim, se você fizer uma doação, precisa explicar à União a quais fins e quais valores estão sendo destinados.

Por não ter a necessidade de fornecer informações pessoais ao fazer doações, o bitcoin está revolucionando a forma como se faz filantropia ao redor do mundo.

Além disso, existe maior liberdade para financiar iniciativas que o governo nem sempre quer apoiar.

É claro que essa liberdade pode ser destinada tanto ao bem quanto ao mal.

Mas para quem deseja fazer o bem, é uma vez vantagem óbvia.

Parece ser mais seguro que moedas convencionais

As informações pessoais ficam muito bem armazenadas, no caso do bitcoin.

Assim, você fica protegido contra roubos de valores e também de identidade.

É possível fazer backups e criptografar as informações para garantir a segurança do dinheiro.

A menos que um usuário divulgue seu endereço de carteira, ninguém poderá rastrear suas informações pessoais.

Isso confere maior privacidade ao transacionista, quando comparado aos sistemas cambiais tradicionais, onde os terceiros têm acesso a todos os dados pessoais do usuário.

Não pode ser roubado

O sistema do bitcoin foi planejado para que o controle da carteira esteja nas mãos do proprietário.

A ideia é que ninguém possa roubá-lo ou ter acesso aos seus dados de usuário e às suas informações pessoais.

Ao contrário dos sistemas convencionais, em que alguns detalhes de autenticação são necessários para obter acesso às finanças, esse sistema requer acesso físico, o que o torna muito mais difícil de ser roubado.

Como comprar bitcoins?

Já deu pra você perceber que a segurança é um dos pontos fundamentais das transações do bitcoin.

Agora, basta saber como comprar essa criptomoeda.

Se ela não é física, significa que não é encontrada em casas de câmbio, certo?

Exatamente isso.

Imagem 3 - Bitcoin o que é, como funciona e suas vantagens
Todo o processo para a compra e venda é feito de forma virtual.

Todo o processo acontece de forma online, através de plataformas específicas.

Tudo que você precisa é um CPF válido e um computador ou dispositivo móvel conectado à internet.

É praticamente como um investimento feito em uma corretora virtual e não em um banco.

O sistema de compra e venda é semelhante a um home broker.

Você precisa preencher alguns dados em alguns desses sites que já mencionei, como Coinbase.com, Coinmkt.com, Blockchain.info e Hivewallet.com.

Após abrir sua conta em qualquer uma dessas plataformas, ou naquela que preferir, você já pode transferir o dinheiro e fazer a compra.

Você pode comprar um único bitcoin se quiser ou frações da moeda, a partir de 50 reais.

Assim como acontece em uma corretora, não vale a pena deixar dinheiro parado na conta.

Você não está protegendo seu patrimônio se o dinheiro ficar parado

Então, é melhor investi-lo logo que estiver disponível.

Moeda digital x moeda real

As moedas digitais já se popularizaram e, atualmente, não existe apenas o bitcoin.

Mas o bitcoin está mais consolidado e já está fazendo sucesso no mundo das finanças.

Inclusive, estabelecimentos físicos aceitam pagamentos na moeda virtual.

Existem sites que indicam tais locais

Com tudo isso, o bitcoin está revolucionando o modo de fazer transações, tornando-os mais baratos, simples e rápidos.

Essa alternativa pode parecer ser muito melhor àquelas prestadas pelos bancos e outras instituições financeiras.

No entanto, o blockchain, que é o grande livro caixa, também tem se mostrado um modo muito seguro de preservar as informações, mesmo que de forma descentralizada.

Por isso, pode ser utilizado em qualquer área onde manter registros é importante.

Seu uso também pode reduzir custos e, ainda assim, manter os registros atualizados e seguros.

Uma alternativa com ótimo custo-benefício, não é mesmo?

Além disso, as moedas digitais vêm se transformando em soluções reais.

Se você parar para pensar, o dinheiro é valorizado de acordo com o valor que as pessoas dão à alguma coisa.

Assim, se uma pessoa diz que um pedaço azul de papel com a imagem de uma garoupa atrás vale 100 reais, então, ele passa a ter um valor monetário de cem reais.

Essa é a única garantia que o governo acaba tendo sobre o valor daquele pedaço de papel.

Dessa forma, a partir do momento em que todos começarem a valorizar as moedas digitais, quem garante que o efeito não pode ser o mesmo?

Em muitos aspectos, o registro digital pode ser mais seguro do que a estabilidade do governo, no que diz respeito à economia.

Ao contrário do governo, o blockchain é sempre o mesmo, desde que as pessoas estejam considerando seu valor no mesmo sentido.

Bitcoin é a moeda do futuro?

Como uma coisa está muito ligada a outra, o bitcoin pode ser uma ótima forma de controle de capitais.

No entanto, para uma moeda ter sucesso, precisa preencher três requisitos: servir como meio de troca, como unidade de conta e como reserva de valor.

Por isso, a aceitação do bitcoin ainda é restrita e somente alguns negócios que visam angariar fundos estão propensos a sua utilização.

Como moeda de compra, ele ainda é pouco utilizado.

Os maiores entusiastas da criptomoeda a valorizam quando convertida em dólar.

Por isso, a maior restrição no Brasil.

Imagem 6 - Bitcoin o que é, como funciona e suas vantagens
Por ser independente de governos e universal, o crescimento do Bitcoin é propenso.

Como comentei há pouco, já há estabelecimentos que aceitam pagamentos na moeda virtual bitcoin.

Porém, introduzir uma nova cultura pode levar algum tempo.

A reserva de valor pressupõe constância e o bitcoin ainda precisa ser constante em atender a esses três requisitos.

O ouro e a prata, por exemplo, são moedas estáveis e constantes, que atendem facilmente a esses requisitos.

Mas o bitcoin é a primeira moeda descentralizada do mundo e a sua não dependência de governos e nem de bancos centrais, pode acabar assustando aos conservadores.

Ou seja, o que gera vantagens também dá origem a objeções.

Mas há pelo menos mais um ponto de interesse: a ausência de uma entidade estatal torna quase impossível uma inflação.

Ainda assim, é muito volátil e causa incerteza na quantidade de bens e serviços que pode comprar a cada momento.

Hoje, os investimentos em bitcoins ainda são realizados visando sua valorização enquanto euro e dólar, por exemplo, que são moedas aceitas a nível mundial.

4 dicas para lucrar com o bitcoin

Se você decidir investir em bitcoins, desejo que possa fazer o dinheiro render.

Por isso, vou trazer mais algumas dicas para lucrar com essa criptomoeda.

Confira só!

1. Adquira mais bitcoins

Uma das melhores maneiras de adquirir moedas virtuais é aceitar pagamentos em bitcoins, minerar bitcoins e comprar ou trocar bitcoins.

Aceitar bitcoins como forma de pagamento

Essa é a melhor maneira de adquirir bitcoins e, como empreendedor, você pode aceitá-los como forma de pagamento.

Muitos varejistas já adotaram essa ideia e, com certeza, tiveram altos lucros com a valorização da criptomoeda.

Existem alguns processadores de pagamento, como o Coinbase, BitPay e Coinify.

No entanto, é preciso que você entenda sobre essa tecnologia antes de aceitar bitcoin como pagamento.

Caso contrário, é muito arriscado tomar essa decisão.

Minerar bitcoins

Minerar bitcoins é outra forma de elevar seus ganhos, mas não é exatamente fácil.

Assim como minerar ouro de maneira geográfica, você o faz na rede.

Você precisa conhecer um pouco sobre a resolução de complexos problemas matemáticos.

Mas o maior desafio é montar uma estrutura.

Sim, você precisa de um computador só para isso, softwares específicos e conhecimento.

Minerar bitcoins com taxa de sucesso não é para qualquer um.

Comprar bitcoins

Essa é a forma mais simples.

Você pode comprar bitcoins usando dinheiro em sites ou casa de câmbio de bitcoins e transferi-los para sua wallet bitcoin (carteira bitcoin).

A wallet é onde são armazenadas suas chaves privadas, compatíveis com os códigos criptografados dos seus bitcoins.

Além dessas duas maneiras, você também pode comprar bitcoins de pessoas que possam estar vendendo pela internet.

Apenas atente-se em comprar de fontes confiáveis.

2. Ofereça serviços que atendam pessoas com bitcoins

Você também pode abrir uma empresa de bitcoin.

Além de empreender, você terá a oportunidade de obter mais moedas e movimentar esse dinheiro pelo mundo.

Já existem negócios nesse universo. Só algumas ideias:

Imagem 8 - Bitcoin o que é, como funciona e suas vantagens
As carteiras digitais são um local seguro para proprietários guardarem suas criptomoedas.

Serviços de carteira bitcoin

Esse é um serviço destinado aos proprietários de bitcoin que precisam de um lugar seguro para guardar suas criptomoedas.

Hoje, eles guardam em carteiras digitais que são como uma conta bancária virtual.

Você pode oferecer uma segurança digital para essas carteiras e, isso, com certeza, será um aspecto muito valorizado no futuro.

É importante vislumbrar oportunidades futuras.

Processadores de pagamento de bitcoin

Outra solução são os processadores de pagamento de bitcoins, que têm crescido nos últimos anos e recebido financiamentos.

Esses serviços tendem a crescer no futuro e essa pode ser uma grande oportunidade de negócio também.

3. Lance ideias que permitam a aceitação de bitcoins

Sem dúvidas, implementar a cultura de aceitação das moedas digitais vai ser o maior desafio.

Se você encontrar uma oportunidade de negócio para atrair o público e também uma forma de popularizar os bitcoins, eis aí a chave para o sucesso.

4. Invista em bitcoin

A oportunidade mais óbvia de todas, mas que não pode ficar de fora, é claro!

O investimento em bitcoins está se popularizando e está cada vez mais atraente por ter um número limitado de moedas.

O fato de 74% dos bitcoins já terem sido minerados faz com que seu potencial lucrativo seja ainda mais atraente.

Mesmo com a volatilidade, muitas pessoas estão lucrando.

Empreendedores que aproveitaram a oportunidade no momento certo, já conseguiram ganhar.

E ganharam muito dinheiro, pois compraram a moeda a centavos, quando ninguém dava valor.

Em seguida, venderam a preços altíssimos.

Se você se aprofundar no mercado, com certeza vai encontrar formas de investir e encontrar meios de lucrar, comprando e vendendo nos momentos oportunos, como um bom investidor.

No entanto, já citei que o bitcoin é volátil como o mercado de ações.

Se você não o conhece bem, deve ir com calma.

Não é para perfis conservadores.

Bitcoins são arriscados.

Para investir, é preciso pesquisar, entender e só então se lançar nesse mercado.

Vídeo sobre o funcionamento

E se você está chegando agora nesse mundo de bitcoin, trouxe um vídeo para conciliar com a leitura deste artigo.

Sem dúvidas vai te ajudar muito.

Não deixe de assistir!

Conclusão

Como você pode ver, essa tendência pela moeda virtual bitcoin parece ter vindo mesmo para ficar.

A tecnologia é a bola da vez e já conquistou seu espaço.

A cotação do bitcoin está cada vez mais atraente, o termo está se popularizando e é comum ouvir sobre esse investimento em conversas informais.

Embora já esteja há alguns anos no mercado, parece que esse é o momento da revolução econômica.

Ainda não dá para saber se o sucesso é consistente, incontestável ou apenas passageiro.

Imagem 7 - Bitcoin o que é, como funciona e suas vantagens
O que achou do bitcoin? Essa moeda digital esta dando o que falar.

Mas agora já sabemos que a moeda convencional não é a única forma de fazer negócio.

Aos investidores, é importante ter cautela na hora de investir.

Aos empreendedores, é importante dar atenção às melhores oportunidades.

No entanto, sempre é bom ter em mente que bitcoin ainda é arriscado e nunca se deve comprometer o patrimônio ao investir.

Se o bitcoin substituirá a moeda convencional, ainda não sabemos muito bem.

Mas já não parece uma realidade impossível, mesmo diante de alguns obstáculos.

É claro que isso mudaria nossa cultura e, sem dúvidas, iria alterar a nossa economia também.

A economia do mundo todo.

Teríamos uma moeda única? Interessante pensar a respeito.

Evidentemente, é melhor estar atento ao mercado para tomar as melhores decisões sobre nossos investimentos e ter cautela quanto às escolhas financeiras.

O sucesso também passa por alguns riscos, que devem ser muito bem calculados.

Será o bitcoin um atalho ou uma distração?

Agora, você já tem boas informações para avaliar.

Deixe uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.