Posted in:

Cartão de débito: 9 motivos para utilizar essa forma de pagamento

Imagem 1 -Cartão de débito 9 motivos para utilizar essa forma de pagamento

Você conhece todos os benefícios que o uso do cartão de débito pode lhe trazer?

Neste artigo, vamos mostrar por que essa forma de pagamento pode ser a melhor alternativa, seja você consumidor ou empreendedor.

O cartão de débito nada mais é do que um meio eletrônico, rápido e seguro para pagar por suas compras.

Digamos que ele é a versão moderna do cheque, pois representa uma ordem de pagamento à vista que recai sobre os fundos disponíveis na conta do cliente.

Ainda que você não possua um cartão de débito, com certeza conhece diversas pessoas que o utilizam com alguma frequência.

E isso pode ser verificado também através de dados estatísticos.

Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), já em 2013 o número de pessoas que utilizavam cartões como forma de pagamento era alto.

Imagem 6- Cartão de débito 9 motivos para utilizar essa forma de pagamento
O uso do cartão de débito esta cada vez maior, vamos descobrir o motivo?

Veja alguns dados:

  • 76% da população possuía cartão
  • 50% das pessoas pagavam suas contas com cartão.

De lá para cá, esses números só têm aumentado.

Em 2015, o setor de cartões e meios eletrônicos cresceu 9%, movimentando mais de R$ 1 trilhão em transações.

Já em 2016, somente no primeiro trimestre, a quantia envolvida superou os R$ 270 bilhões.

Para 2017, a expectativa da Abecs é de que as compras com cartões de crédito e débito cresçam pelo menos 6,5%.

Tal aumento pode fazer com que elas atinjam um faturamento recorde de R$ 1,22 trilhão.

E não é apenas no Brasil que se verifica a tendência de maior uso dos meios eletrônicos como forma de pagamento.

Conforme as conclusões de um estudo do Moody’ Analytics nos Estados Unidos, esse é um movimento global.

Mas o crescimento nas compras e no faturamento a partir dessa facilidade contrasta com o desconhecimento e, por vezes, até a falta de consciência no uso dos diversos meios de pagamento eletrônico.

Tanto é assim que a Abecs verificou que 31% das pessoas já enfrentaram problemas para pagar as contas no cartão, pois não sabiam como utilizá-lo.

Para corrigir isso, planejamento e educação financeira são essenciais.

E o empreendedor também tem a sua parcela de responsabilidade, auxiliando o cliente na transação, para que ele saiba como comprar com cartão de débito.

Se você tem dúvidas quanto ao uso e as vantagens do cartão de débito no seu negócio e na sua vida pessoal, precisa se informar melhor.

E o primeiro passo você já deu chegando até este artigo.

Ao longo da leitura, mais do que saber o que é um cartão de débito, você vai conhecer boas razões para usar a ferramenta e também oferecer ao seu cliente essa opção de pagamento.

Cartão de débito: saber usar é fundamental

Neste vídeo, a especialista em gestão financeira Nina Barreta explica que o uso do cartão pode ser um problema ou um benefício.

Tudo depende do próprio usuário e de como ele emprega o instrumento no dia a dia.

Ela também enfatiza algumas das vantagens do pagamento por débito, que é considerado no Brasil como forma de quitação à vista.

Neste sentido, Nina alerta para os benefícios de um planejamento consciente dos seus gastos.

Segundo ela refere, quando você programa uma despesa, encontra a possibilidade de negociar valores e talvez reduzir o preço do produto ou serviço que irá adquirir.

E isso vale tanto para clientes quanto para empresários, que se colocam no lugar do primeiro ao comprar junto aos seus fornecedores.

Se você conseguir comprar à vista, sempre será essa a opção mais vantajosa.

Imagem 9- Cartão de débito 9 motivos para utilizar essa forma de pagamento
O uso do cartão de débito é seguro e permite maior controle de seus gastos. Descubra todas as vantagens ao longo deste artigo.

E reside aí uma das grandes vantagens do uso do cartão de débito no Brasil.

Já o parcelamento pode ser uma ilusão.

É verdade que o gasto é menor no ato da compra.

Porém, um aparente benefício se perde com o valor dos juros, que vêm embutidos nas parcelas a serem pagas pelos próximos meses.

No mesmo vídeo, Nina refere ainda que, nesses casos, as pessoas costumam acreditar que não estão pagando juros.

E é justamente aí que elas se iludem, pois no saldo final da compra acabam gastando mais do que imaginavam – e do que gostariam.

Se você tem uma empresa a gerir, é fundamental ter atenção a esse ponto, ainda que pareça um mero detalhe.

O dinheiro que escapa pela mordida dos juros poderia ser utilizado para pagar contas da empresa ou investir no seu crescimento.

Nunca pensou a respeito?

Mas como usar o cartão de débito como um instrumento de economia?

Para mostrar que você é um gestor atento às finanças e aproveitar ao máximo as vantagens do cartão de débito, vale a pena dialogar.

Seu fornecedor é seu parceiro, certo?

Ele tem interesse em mantê-lo como um cliente fiel, realizando compras periódicas e não procurando a concorrência.

Use esse seu poder para conseguir as melhores condições e pechinchar.

Como o débito é uma forma de pagamento à vista e você também é um empreendedor, sabe bem até onde ele pode ir para conceder desconto.

Use toda a informação que possui a seu favor.

Diferenças entre cartões de débito, crédito e pré-pago

Imagem 5- Cartão de débito 9 motivos para utilizar essa forma de pagamento
Quando se decide pelo cartão de débito, o valor será debitado no momento da compra. Ao utilizar o cartão de crédito o valor das transações é somado, gerando faturas. Já o cartão pré pago, o seu limite é definido no momento da recarga.

Acabamos de citar como a informação é importante para saber discutir valores.

E isso vale para os dois lados da negociação, tanto na posição de empreendedor quanto de cliente.

Quando você compra e quando você vende, saberia dizer quais são as diferenças e como funcionam os cartões de débito, de crédito e o pré pago?

Como funciona o cartão de débito

Ao optar por esta modalidade de pagamento, o dinheiro sai da sua conta no momento em que a transação é efetivada.

Desse modo, não precisa se preocupar com faturas posteriores.

Outra grande vantagem no uso dessa modalidade é que não é preciso pagar tarifas.

Para ter um cartão de débito, nem sequer necessita de conta em banco.

Já para o empreendedor, receber pagamentos no débito significa ter taxas menores do que no crédito e prazos mais curtos para a liberação dos valores na sua conta.

Como funciona o cartão de crédito

Já no crédito, o dinheiro não é descontado de imediato da sua conta e o valor de todas as transações no período apurado é somado, gerando uma fatura com vencimento futuro.

Como cliente, você escolhe a data mais oportuna para pagar pelas suas compras.

Mas atenção: é preciso se organizar para não esquecer do prazo de vencimento.

Se isso acontecer, os juros do crédito costumam ser altos, menores apenas que os praticados pelo cheque especial.

Ou seja, o prejuízo tende a ser significativo.

Além disso, você deve incluir na sua contabilidade pessoal os valores das anuidades que lhe serão cobradas.

Geralmente, eles são pagos mensalmente pelo cliente.

Preste bastante atenção, pois dependendo da operadora e do modelo de cartão de crédito, podem incidir taxas bem elevadas.

E se você estiver em meio a uma dificuldade financeira e não conseguir pagar o valor integral da sua fatura, o que acontece?

Não vá por esse caminho, pois ele é muito perigoso.

Imagem 8 - Cartão de débito 9 motivos para utilizar essa forma de pagamento
É preciso estar atento as faturas do cartão de crédito, pois elas possuem juros altos.

Neste outro vídeo, além de explicar quando usar o cartão de débito e o de crédito, Luiz Rabi, economista da Serasa Experian, ressalta que somente em situações emergenciais deve ser considerada a possibilidade de fazer o pagamento mínimo da fatura.

Segundo ele, a regra de ouro do cartão de crédito é quitar o valor total.

Caso contrário, você entra no chamado crédito rotativo e os juros serão tão altos que corre o risco de se endividar e tornar aquela dívida inicial impagável.

Como funciona o cartão pré pago

O cartão pré pago, por sua vez, é uma ideia centrada na oportunidade de controle e economia.

Da mesma forma que o celular pré pago, antes de utilizá-lo, é preciso fazer uma recarga e inserir saldo.

O valor depositado equivalerá ao seu limite de crédito.

Assim que a quantia for gasta, o cartão se torna sem uso e só é reativado quando nova recarga for realizada.

Como você pode ver, há uma autonomia total de controle, pois é você quem deposita e decide posteriormente o quanto e como vai gastar.

E, como paga antes mesmo de comprar, reduz o risco de gerar dívidas.

Mas fique atento às taxas de adesão, mensalidade, por recarga, por saque e na emissão de segunda via do cartão.

A soma delas pode resultar em um custo anual superior a R$ 300.

Levando a Associação de Consumidores Proteste, em pesquisa, a classificar a ferramenta como uma opção desvantajosa.

9 motivos para usar essa forma de pagamento

Imagem 4 - Cartão de débito 9 motivos para utilizar essa forma de pagamento
Escolha a maneira mais rápida e segura para pagar suas compras.

Agora que conhecemos melhor o cartão de débito, seu funcionamento e as diferenças para outros meios eletrônicos de pagamento, vamos listar uma série de vantagens que podem confirmá-lo como a melhor opção para você.

Saiba mais sobre os benefícios da ferramenta neste vídeo da Universidade Financeira.

No seu negócio

Quais as vantagens para o empreendedor que adota o cartão de débito como um meio de recebimento?

Vamos agora falar detalhadamente sobre as principais.

1. Segurança e praticidade

Para implementar essa moderna e atual forma de pagamento no seu negócio é muito prático e simples.

As transações são efetivadas através de um terminal eletrônico.

O cliente insere o cartão, digita a senha e a transação é concluída imediatamente.

Isso sem falar na questão da segurança, já que lidar com qualquer quantia de dinheiro vivo representa um risco à integridade física, tanto sua quanto do cliente.

Além disso, ao optar por essa forma de recebimento, você se protege em relação ao risco de fraude, que não pode ser desconsiderado.

Segundo Jerome Pays, diretor de E-commerce da Lyra Network, multinacional francesa voltada à transmissão segura de transações financeiras, no pagamento por débito esse risco se equivale a zero.

Pois o banco emissor autentica o computador durante o processo.

Dessa forma, quem fica com a responsabilidade em caso de fraude é a instituição emissora do cartão e não o empreendedor.

Imagem 10 - Cartão de débito 9 motivos para utilizar essa forma de pagamento
Sinônimo de segurança, o cartão de débito é a melhor alternativa para quem não gosta de andar com dinheiro no bolso.

Outra vantagem é que os seus clientes fazem o pagamento à vista e você recebe mais rápido que no crédito.

Só não esqueça do básico!

Sempre que efetuar uma venda, é preciso registrar o tipo de título utilizado pelo cliente para efetuar o pagamento.

Especificando se ele foi confirmado em dinheiro, cheque, boleto ou cartão, por exemplo.

Essa informação é de extrema importância para o seu fluxo de caixa.

O ideal é que diariamente a área financeira reserve algum momento para comparar os extratos enviados pelas administradoras dos cartões com os títulos a receber por aquele tipo de instrumento.

2. Aumento das vendas

A segurança do empreendedor na transação por cartão de débito é também sentida pelo cliente, por diferentes razões.

Não por acaso, muitos deles abandonam a ideia de carregar dinheiro em espécie, seja pela pouca praticidade ou pelo receio da criminalidade nas ruas.

As cédulas de papel moeda estão próximas de acabar, conforme especialistas.

Na Suécia, por exemplo, o prazo estimado é em 13 anos, ou seja, 2030.

Aqui no Brasil, não se faz uma previsão.

Em enquetes bem humoradas o assunto vem sendo abordado, com o dinheiro recebendo tratamento de “coisa antiga”, do século passado.

Se você ainda não oferece esse meio de pagamento, talvez esteja mesmo parado no tempo.

É provável até que tenha perdido vendas.

É só fazer as contas para entender melhor.

Digamos que você realize uma pesquisa e descubra que metade de seus clientes prefira pagar com cartões.

Esse é um percentual até abaixo da média nacional, que chega a 79% de preferência.

Segundo pesquisa realizada pela PricewaterhouseCoopers (PwC) no ano passado.

Então, considerando os clientes que gostariam de pagar no débito, quantos deles mantêm a negociação com você sem ter essa opção e quantos vão para o concorrente?

Faça as contas e veja como você está perdendo uma oportunidade de aumentar as vendas caso contasse com uma maquininha na sua empresa.

3. Menores taxas

Pesquise taxas junto às operadoras para verificar o quanto você gasta por transação no crédito e no débito.

Algumas delas praticam tarifas exorbitantes, afastando o pequeno empresário e o microempreendedor individual (MEI) dessa solução de recebimento.

Mas seja qual for a administradora de cartões, os valores cobrados serão sempre menores para operações no débito do que no crédito.

Na comparação com o crédito à vista, a diferença é até pequena, variando entre cerca de 2% no débito e 4% no crédito, em média.

Já no crédito parcelado, é quase uma covardia, pois há casos em que a taxa por parcela supera os 10%.

Nesse caso, se a venda a prazo não foi bem planejada, seu lucro pode não apenas desaparecer, como talvez você tenha prejuízo pela venda.

Mas fique atento: isso não significa que o cartão de crédito é mau negócio para a sua empresa.

Pesquise e compare as taxas, pois você pode se surpreender ao encontrar serviços que aliam eficiência ao baixo custo.

Imagem 8- Cartão de débito 9 motivos para utilizar essa forma de pagamento
Disponibilizar outras formas de pagamentos para seus clientes é sinônimo de aumento de vendas.

4. Opção de escolha para seus clientes

O cartão de débito oferece mais opções de escolha para os seus clientes, embora sempre seja debitado diretamente na conta que ele eleger.

A forma mais comum é o débito na conta corrente, mas ele também pode ser feito:

em uma conta poupança, em uma conta salário e em diversos outros tipos de contas, inclusive online, como no Paypal.

Vejamos o seu funcionamento nas opções mais comuns:

Conta corrente: o cliente pode debitar valores dentro do montante que possui e, caso eles se esgotem, ainda realiza transações, mas agora utilizando o limite do cheque especial.

Conta poupança: ele vai debitar valores dentro do montante em conta que o consumidor possui.

Não poderá ultrapassá-los, pois a conta poupança não oferece limites além dos fundos pertencentes ao cliente.

Conta salário: o débito se realiza diretamente na conta em que o consumidor recebe o salário da empresa na qual trabalha.

5. Nem todo mundo tem acesso a crédito

O cartão de débito é mais acessível e o empreendedor não pode ignorar essa realidade.

Para ter essa ferramenta, o cliente não se submete às costumeiras análises de crédito exigidas pelos bancos, o que geralmente passa pela comprovação de uma determinada renda mensal, que nem todos possuem.

Por sua vez, a aquisição e o uso do cartão de débito é muito mais simples.

Geralmente independe da comprovação de renda mensal.

6. Mais operadoras disponibilizam a opção para comércio online

Como vimos, além da opção de debitar da conta corrente, poupança e conta salário, os seus clientes também podem escolher usar as contas online.

Esse é um importante fator a ser levado em conta por você ao incorporar esse meio de recebimento ao seu negócio.

O comércio eletrônico é uma grande tendência para os próximos anos. Em 2016, o setor acumulou 47,93 milhões de consumidores.

Para este ano, a previsão é de um crescimento de 12%, chegando a um faturamento de R$ 49,7 bilhões, conforme dados do relatório Webshoppers da Ebit.

Se as vendas online são uma opção para a sua empresa, você já tem ou planeja abrir uma loja virtual, não pode deixar passar a oportunidade e oferecer também a possibilidade de finalizar a compra no cartão de débito.

No seu dia a dia

Imagem 2 -Cartão de débito 9 motivos para utilizar essa forma de pagamento
Ter o controle de seus gastos é fundamental. O uso do cartão de débito pode te ajudar a prevenir dívidas.

Agora, vamos falar de quando você assume o papel de cliente e utiliza o cartão de débito para o pagamento de despesas.

Veja quais são as vantagens dessa ação:

7. Para ter um melhor controle financeiro

O cartão de débito permite um maior controle dos gastos, pois os valores são debitados imediatamente da sua conta.

Dessa forma, anula-se a chance de ser surpreendido com o vencimento de uma fatura, como uma compra que não lembrava e para a qual não possui saldo disponível para pagamento.

É claro que se isso ocorrer o erro terá sido seu e não da ferramenta, mas melhor prevenir do que remediar, não é mesmo?

Muitas vezes, o consumidor gasta sem poder, extrapolando os limites da sua capacidade financeira e acumulando dívidas.

Isso vale tanto para o uso pessoal quanto na opção de cartão de crédito corporativo, disponível para pessoas jurídicas.

Com o uso do cartão de débito isso não ocorre, pois você só pode gastar até o limite que possui.

A cada transação que efetivar, será emitido um comprovante.

É recomendável que ele seja lido com atenção e guardado.

Essa é a sua garantia de que os valores que serão debitados são exatamente aqueles equivalentes às suas compras.

Além disso, pode e deve monitorar de forma permanente os seus gastos.

Essa ação pode ser realizada facilmente através de extratos bancários, que também são gerados pela internet.

8. Para evitar andar com dinheiro

Não ande com dinheiro em espécie.

Como vimos, a adoção do cartão de débito é também uma questão de segurança.  

Para efetivar as suas transações através do uso do cartão, você deve inserir sua senha, sempre pessoal e que deve ser mantida em sigilo.

Somente com ela poderá acessar seus fundos bancários.

Caso você perca o seu cartão ou tenha o mesmo subtraído ou roubado, é necessário informar à sua instituição financeira e solicitar o bloqueio.

Sem a sua senha, outras pessoas não poderão utilizá-lo.

Mas por que arriscar, não é mesmo?

9. Há isenção de taxas no Brasil

O cartão de débito não permite que as suas compras sejam parceladas.

Com isso, você evita pagar juros adicionais por qualquer parcelamento.

Além disso, não são cobradas taxas de anuidade, como nos cartões de crédito.

Em 2015, o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) identificou que algumas operadoras elevaram essa taxa em quase 200%.

Em alguns casos, apenas essa tarifa já tira do bolso do consumidor R$ 600, segundo relatório da entidade.

Experimente o cartão de débito internacional da conta.MOBI

Imagem 7- Cartão de débito 9 motivos para utilizar essa forma de pagamento
A conta.MOBI é uma solução completa para profissionalizar o negócio e simplificar a gestão financeira de empreendedores.

Se o cartão de débito já parece um bom negócio, fica ainda melhor quando tem vantagens adicionais.

Você já conhece a conta.MOBI?

Oferecida por uma startup fintech, a conta digital é uma solução completa que possibilita ao microempreendedor individual o acesso a serviços financeiros eficientes e baratos.

Contam com ferramentas que o auxiliam na gestão e profissionalização da empresa.

No entanto, também pessoas físicas interessadas em manter um melhor controle do seu dinheiro podem aproveitar os benefícios que ela oferece.

Você pode obter a conta.MOBI baixando o aplicativo para o seu celular ou através do site.

E mais:

não há taxa de adesão e os planos têm valores quase irrisórios.

O mais completo deles é o Profissional, que tem emissão de boletos ilimitada, por R$ 9,90 por mês.

Se preferir, há ainda a versão gratuita, com todos os recursos, mas em quantidade restrita.

As vantagens da conta.MOBI não param por aí, pois ela oferece um cartão de débito internacional com a bandeira Visa.

Ele será enviado para o seu endereço e lhe permitirá efetuar compras e pagamentos no Brasil e no exterior.

Com o seu cartão físico de débito, você ainda pode efetuar saques por meio dos terminais eletrônicos do banco HSBC e em toda a Rede 24Horas, que possui caixas espalhados por todo o Brasil.

Para o uso do seu cartão de débito, você recebe uma senha exclusiva, de quatro caracteres numéricos, que pode ser alterada a qualquer momento.

Além disso, o cartão chegará às suas mãos bloqueado, o que é útil para a sua maior segurança.

Assim, antes de utilizá-lo, é preciso acessar sua conta digital para o desbloqueio.

Conclusão

Imagem 3- Cartão de débito 9 motivos para utilizar essa forma de pagamento
Agora já sabemos todas as vantagens do cartão de débito. Quer ter mais praticidade, controle total de suas finanças e segurança?

Conferimos ao longo deste artigo que o cartão de débito é uma opção muito mais segura e prática, seja no seu dia a dia ou na gestão do seu negócio.

Como cliente, adotar essa forma de pagamento permite um maior controle dos gastos e previne assaltos.

Você também fará economia sempre que pagar suas contas com a ferramenta.

Não sendo cobrado juros e nem anuidade, além de ser considerada como uma modalidade de quitação à vista.

Como empreendedor, receber pagamentos no cartão de débito não é apenas uma vantagem, mas uma necessidade.

Os benefícios vão desde a maior segurança até o aumento de suas vendas e a manutenção de clientes.

O dinheiro em sua versão eletrônica o protege e ainda gera reflexos positivos no faturamento.

Seja você um empreendedor ou consumidor, o cartão de débito tende a ser uma boa escolha.

E se ele oferece vantagens extras, como as que só a conta.MOBI tem para pequenos empresários e MEIs, fica ainda melhor utilizá-lo.

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *