Posted in:

Como segurar as pontas numa crise financeira

Imagem - Como segurar as pontas numa crise financeira

 

contamobi_blog_4_20161112

Bem vindo! No último E-book trouxemos recomendações e estratégias para análise dos custos do seu produto e/ou serviço. Aqui você vai saber mais sobre as dificuldades dos períodos de crise, como superá-las e – consequentemente – garantir a saúde da sua empresa.

Vamos falar sobre reorganização da empresa, redução de custos e até como identificar oportunidades em meio ao período conturbado. Frente à nova situação, é preciso ter criatividade e responsabilidade para preservar o seu negócio.

Esperamos que goste do nosso material!

Desejamos muitas realizações e sucesso!

Equipe conta.MOBI

 

É PRECISO CONHECER O SEU RISCO

Por mais bem-sucedida que sua empresa tenha se mostrado antes da crise, é preciso pensar nas ações e setores que mais podem sofrer num cenário de incertezas. Leve em consideração custos, processos e resultados de cada área. Tenha um plano de negócios que possa te dar uma visão global dos caminhos que a sua empresa vem traçando. Essa caminhada vai te ajudar a identificar os gastos essenciais, em que investimentos não podem parar e onde é possível cortar valores e acabar com desperdícios.

O ideal é envolver equipe no planejamento. Os negócios enquadrados no MEI não contam com um time grandioso de colaboradores, o que facilita o envolvimento. Estimule a proatividade. Essa é a hora em que o grupo deve identificar um problema e propor soluções. O melhor caminho é garantir que os profissionais passem a trabalhar focados na superação das questões e tenham espaço e meios para demonstrar agilidade.

Por falar em agilidade, essa é uma característica que faz muita diferença em momentos de crise. Não deixe para pensar os cenários depois, preveja o que pode acontecer e planeje como vai agir ao primeiro sinal de incerteza. Mas lembre-se que trabalhar de forma ágil não é a mesma coisa que agir impulsivamente. Aqui fica latente a necessidade de conhecer os seus riscos, como falamos no primeiro parágrafo. Um empreendedor que entende o próprio negócio tem menos chances de ser pego de surpresa e mais possibilidade de atuar com rapidez.

Se precisa cortar custos, busque austeridade no cotidiano do negócio e até mesmo na sua rotina. Não adianta envolver a equipe na mudança e demonstrar pouco comprometimento. Mesmo em situações economicamente conturbadas é possível trabalhar com afinco positivo e força de vontade, mas isso pressupõe um grupo de colaboradores que perceba essas características na liderança. Não deixe o nervosismo tomar conta e, para isso, entenda que a crise é passageira,  mas a falta de disposição da equipe pode trazer consequências duradoras. Não esqueça o descontentamento influencia nos resultados dos projetos.

Para empreendedores que se preparam, a crise pode trazer até mesmo oportunidades, mas é preciso saber identifica-las. Muitas vezes essas oportunidades podem inclusive ser estimuladas por ações implementadas no negócio. Abaixo citamos comportamentos essenciais para iniciar esse movimento.

FOQUE NO QUE VOCÊ TEM DE SINGULAR:

A melhor forma de obter destaque no mercado é trazer soluções inovadoras, produtos diferenciados e condições criativas para os clientes. Se em períodos de tranquilidade econômica essa tática gera excelentes resultados, durante a crise ela pode ser responsável pela continuidade do seu negócio.

BUSQUE NOVAS FORMAS DE ATUAÇÃO:

Esse é o melhor momento para implementar ideias que podem tornar seu negócio mais ágil e eficiente. Se elas exigem investimentos, coloque os números na mesa e analise se apesar do gasto inicial, as mudanças não podem trazer benefícios no futuro que compensem o custo.

MANTENHA-SE ATUALIZADO:

Não deixe de estudar e se informar por causa do volume de trabalho e das preocupações com o cenário. Busque cursos gratuitos, livros sobre finanças, tutoriais pela internet, converse com colegas que atuam no mesmo setor, leia sobre a sua área. São atitude que alimentam os brainstorms e abrem portas para a criatividade e boas ideias.

Tenha sempre em mente que crises costumam ser seguidas por cenários ascendentes e é nesse objetivo que seu negócio precisa estar focado. Vislumbrar o fim da crise e trabalhar para continuar no mercado é essencial para o empreendedor. A meta é garantir a saúde do empreendimento e aprender novas maneiras de encarar situações adversas.

 

CINCO COISAS QUE EMPREENDEDORES NÃO PODEM ESQUECER EM MOMENTOS DE CRISE

Sempre é possível cortar o desperdício

Nenhum empreendedor sobrevive a uma crise sem mudanças e ajustes. O primeiro deles é sempre buscar a redução de custos desnecessários. Se as propostas chegam com menos frequência e os clientes estão diminuindo, os gastos devem acompanhar esse movimento. Além de analisar onde isso pode ser feito, busque novas tecnologias e soluções que podem otimizar seus resultados. Produtores ou serviços que trazem menos lucro para a empresa podem ser substituídos e até cortados, dessa forma você mantem o foco no que já dá certo.

Evite recorrer a empréstimos

Os MEIS contam com linhas de crédito específicas e com condições mais vantajosas em diversas instituições. Além disso, podem recorrer também ao microcrédito, que conta com menos burocracia. Mesmo assim, os momentos de crise não são ideais para esse tipo de operação, a não ser que essa seja a sua última alternativa ou que o negócio já esteja operando com alguma normalidade. Qualquer sinal de instabilidade é um indício de que é preciso pensar duas vezes antes de recorrer a essa solução.

Saiba separar as coisas

As contas da empresa nunca devem se misturar com as contas pessoais. Essa regra vale para quelquer momento econômico, mas na crise ela é ainda mais necessária. É preciso saber se o seu negócio consegue te proporcionar retiradas que garantam o seu sustento, sempre observando se a empresa tem capacidade para essas retiradas. As contas pessoais são pagas com esses valores e nunca com dinheiro do empreendimento. Essa é a única forma de determinar a lucratividade da iniciativa.

Use a tecnologia a seu favor

Não é porque o cenário está ruim que você vai deixar sua marca de lado e trabalhar apenas para apagar o incêndio. Use a internet para falar do que você oferece, as redes sociais têm mecanismos que proporcionam esse tipo de ação de forma barata e até mesmo gratuita. Gosta de escrever? Que tal colocar um blog no ar com reflexões sobre a sua vivência nos negócios? Sua marca é seu maior patrimônio e manter ela no radar dos clientes é fundamental.

Fidelize o seu cliente

Converse com quem você atende. Ouça as opiniões e as críticas, que podem ser valiosíssimas. Se a base de clientes diminuiu, talvez seja a hora de usar um atendimento mais personalizado e valorizar quem ficou. Construa uma nova perspectiva sobre as pessoas que você atende e tente prestar um serviço de qualidade e excelência. Seja o diferencial num momento em que o mercado tende a prestar mais atenção aos problemas do que ao consumidor.  Esse é um processo que vai te levar a conhecer melhor a sua clientela e trará vantagens até depois que a crise for superada.

 

A CONTA.MOBI TEM AS FERRAMENTAS PARA VOCÊ

A conta digital da conta.MOBI facilita os gerenciamento do seu negócio em momentos de crise. Com ela você garanta a organização do seu empreendimento, acompanha suas movimentações em tempo real, emite notas com mais agilidade e tem a sua disposição uma equipe especializada para proporcionar orientação. A ferramenta meu sonho orienta os planos de investimento futuro e o programa Contadores do Bem te coloca em contato direto com uma rede de profissionais que prestam auxílio à dúvidas contábeis em no máximo 24 horas. É o que faltava para você encarar qualquer cenário incerto com mais segurança.

 

Como de costume, trazemos algumas sugestões de livros que vão complementar tudo o que você aprendeu aqui.

 

 Oportunidades disfarçadas
Autor: Carlos Domingos
Editora: Sextante

Um compilado de histórias sobre empresas que viraram o jogo diante de situações ruins. O autor traz situações diversificadas e que podem inspirar ideias salvadoras.

O ponto da virada
Autor: Malcolm Gladwell
Editora: Sextante

Qual é o caminho percorrido para que um produto se torne popular? Esse é o questionamento que o autor tenta responder. Gladwell fala também sobre como identificar os momentos chave para o sucesso de uma iniciativa.

Bos negócios!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *