Posted in:

Emissão de boleto MEI: saiba como gerar boletos para receber dos clientes

Imagem 1 - Emissão de boleto MEI saiba como gerar boletos para receber dos clientes

Já conhece a melhor solução para emissão de boleto MEI? Se agilidade, baixo custo e segurança são características fundamentais para você, já pode começar a usar essa forma de recebimento.

Vamos descobrir por que é bom para o negócio e para o cliente?

A tecnologia permitiu ao microempreendedor individual ter acesso a serviços financeiros que antes pareciam restritos às empresas maiores. Poderia aqui citar vários exemplos relacionados tanto à gestão quanto à operação do negócio, mas vou nos restringir à cobrança por seus produtos e serviços, que é o tema deste artigo.

Você sabe bem que o meio de pagamento que disponibiliza ao cliente cumpre papel decisivo na hora de fechar uma negociação. Por isso, oferecer aquilo que é mais conveniente para ele é sempre um bom argumento de venda.

Para quem decidiu abrir uma loja virtual, por exemplo, não dá para pensar em crescer como empresa sem recebimentos no cartão de crédito e no boleto bancário.

Essas são as duas formas mais utilizadas para compras online, com 80% e 77% de preferência entre os consumidores, respectivamente, segundo pesquisa do Ibope Conecta e Mastercard.

Mas não é apenas no e-commerce que o gestor precisa ter essa preocupação. Em um estabelecimento físico, seja comércio, indústria ou serviços, sempre haverá quem prefira pagar no dinheiro e no cartão, por exemplo, à vista ou em parcelas que caibam no bolso.

Juntando todas essas informações, podemos concluir que a emissão de boleto MEI bancário casa muito bem com os objetivos do MEI.

Essa é uma forma de recebimento fácil, barata e agrada ao cliente por ser democrática, já que o documento pode ser quitado no dinheiro e no cartão, pela internet, no computador ou celular, em agências bancárias ou lotéricas.

Se ainda tem dúvidas, siga a leitura e descubra como um sistema emissão de boleto MEI online está ao seu alcance. Você vai aprender a gerar boleto grátis, pagando apenas pela compensação do documento.

Após ampliar seu conhecimento, quem sabe emitir boleto se torne um hábito e a principal maneira de cobrar o cliente. Se era isso que faltava para ampliar seus ganhos, melhor ainda.

O boleto de cobrança no seu negócio

Imagem 2 - Emissão de boletos MEI saiba como gerar bolets para receber dos clientes
O boleto é uma ferramenta de cobrança que pode facilitar muito o recebimento de seus clientes.

Criado pela Circular nº 3.598 do Banco Central do Brasil em junho de 1992 e regulamentado um ano depois, através da compensação eletrônica da cobrança prevista na Carta Circular n.º 2.414, o boleto é útil para vários tipos de empresas.

Para algumas delas, é claro, essa forma de recebimento é ainda mais indicada. Prestadores de serviço talvez sejam aqueles que mais vantagens experimentam, pois esse documento se encaixa perfeitamente na realidade do negócio.

Em indústrias, a emissão de boleto MEI também é bastante usual, tanto na quitação à vista quanto parcelada, com uma entrada no momento do pedido e o restante na sua entrega, por exemplo.

Já em estabelecimentos comerciais, o cartão é mais usual, ao menos no varejo físico. Isso porque no comércio eletrônico, como já vimos na pesquisa do Ibope Conecta, o boleto divide as preferências.

E entre os comerciantes atacadistas, que negociam grandes quantidade de mercadorias, ele se torna uma alternativa bastante interessante.

Em todos os casos, o tipo de boleto utilizado é o de cobrança, que viabiliza o pagamento de uma dívida pré-constituída, ou seja, uma operação de compra e venda ou a execução de um serviço.

MEI pode usar o boleto como forma de recebimento?

Imagem 3 - Emissão de boletos MEI saiba como gerar boletos para receber dos clientes
O MEI que opta pelo boleto profissionaliza sua forma de recebimento e garante diferenciais competitivos para o negócio.

A dúvida lançada nesse tópico é pertinente. Afinal, o microempreendedor individual tem um limite de faturamento baixo na comparação com outras empresas. Assim, os negócios de menor valor acabam sendo mais usuais entre os MEIs.

Será que existe alguma proibição para a cobrança via boleto? A resposta é não!

Mais do que poder usar, em muitos casos, essa é a melhor forma de recebimento para um MEI, a depender do tipo de atividade exercida.

Se ele é um agente de viagens, pode fechar pacotes e parcelar o valor no boleto. Com certeza muitos de seus clientes vão preferir pagar dessa forma.

Caso seja um marceneiro e fabrique móveis em madeira, também conta com a alternativa para cobrar por seus pedidos.

Já se ele possui um antiquário online, com uma pequena loja virtual na qual revenda antiguidades, a emissão de boleto MEI será uma ferramenta indispensável para o sucesso.

Como vimos em três exemplos, abrangendo serviços, indústria e comércio, esse meio de recebimento é vantajoso para o MEI. Mas quais seriam as principais vantagens? Vamos falar sobre elas agora.

Emissão de boleto MEI: 7 vantagens

Imagem 4 - Emissão de boletos MEI saiba como gerar boletos para receber dos clientes
Sem dúvidas, uma das grandes vantagens do boleto é a economia com taxas cobradas pelo uso do serviço quando comparado a outras soluções.

Escolhemos sete vantagens do boleto bancário especialmente pensadas para o microempreendedor individual. Confira:

1. Eleva a chance de concretizar o negócio

Oferecer ao cliente a possibilidade que mais lhe agrada na hora de fechar um negócio é um bom argumento de venda, não acha? E como já vimos neste artigo, muitos são aqueles que preferem o boleto, dada a sua praticidade para pagar onde e da forma que quiser. Se o cliente deseja, seu pedido é uma ordem: ofereça o boleto.

2. Possibilita um diferencial competitivo

Se destacar em meio à multidão nem sempre é fácil. Para os pequenos empreendedores, isso é ainda mais difícil. Para um MEI, então, pode parecer impossível – mas não é. Já pensou em vencer a concorrência de empresas maiores ao oferecer o boleto e elas não? Essa é uma possibilidade real de diferencial competitivo.

3. Amplia a base de clientes

Embora o cartão seja o meio preferido pelo brasileiro para finalizar suas compras, conforme indicam pesquisas, nem todos gostam de utilizá-lo. E tem ainda aqueles que evitam pagamentos em dinheiro por questões de segurança. Ao oferecer o boleto, você traz para a sua base de clientes consumidores com esses dois perfis.

4. É conveniente a quem compra de você

Quase 40% dos brasileiros não têm conta em banco, de acordo com pesquisa do Instituto Popular. Isso restringe algumas formas de recebimento, mas não o boleto, que pode ser quitado no dinheiro, em agências bancárias e lotéricas, por exemplo.

5. Recebimento é mais rápido

Pesquisa divulgada pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em janeiro de 2017 apurou que 61% das micro e pequenas empresa no Brasil não recebem pagamentos no cartão. Entre eles, 73% mudariam de ideia se recebessem o valor das vendas em um prazo menor.

É verdade que isso já é possível, como através da maquininha da conta.MOBI, que libera os valores com uma agilidade incrível. Mas ainda assim o retorno do boleto para a sua conta é mais rápido – em no máximo quatro dias.

6. Permite a venda online

O boleto é bastante utilizado no comércio eletrônico por ser seguro, prático e muitas vezes acompanhar um desconto na quitação à vista. Por suas características, ele viabiliza a loja virtual para um MEI, que não quer enfrentar todo o processo para certificar a venda no cartão, que exige mais tempo e dinheiro.

7. Boleto é mais barato

Por falar em dinheiro, temos aqui um argumento definitivo ao MEI, cujo faturamento está limitado a R$ 81 mil no ano, a partir deste ano. Se economizar é preciso, a boa notícia é que o boleto bancário tem muito menos taxas que o cartão. Em geral, ele só é tarifado quando o cliente faz o pagamento.

Como gerenciar a cobrança por boletos

Imagem 5 - Emissão de boletos MEI saiba como gerar boletos para receber dos clientes
Gerenciar a cobrança feita por boletos é um hábito essencial para que você garanta a saúde financeira da empresa.

Conforme já explicado, ao empreendedor, o boleto só gera o custo pela compensação do documento. Embora seja um valor pequeno, ele precisa ser contabilizado, mas não pode aparecer embutido no preço de venda, muito menos ser discriminado na cobrança.

Repassar ao cliente esse custo é ilegal, segundo órgãos de proteção ao consumidor. Ainda que seu negócio cresça e você precise emitir vários boletos ao longo de um mês, essa será uma forma mais barata de receber pelo seu trabalho e seus produtos.

Também ao realizar uma negociação em valores altos, a tarifa permanecerá a mesma. Supondo que ela seja de R$ 2,99, esse custo se mantém tanto em boletos de R$ 100 quanto em cobranças de R$ 4 mil, por exemplo.

Já no cartão, que também tem vários benefícios para o seu negócio, é aplicada uma taxa percentual sobre o valor da transação. Isso significa que, em uma venda de R$ 4 mil, seu custo se aproxima e pode até superar os R$ 200.

Mas isso não elimina a necessidade de ser rigoroso na gestão dos boletos. E o principal cuidado é com a inadimplência. A recomendação é conhecer bem seu cliente para só oferecer esse crédito próprio para os bons pagadores, que não estão inscritos em nenhum órgão de proteção ao crédito, como SPC e Serasa.

Ainda assim, tenha bem definida uma política de cobrança para prevenção e enfrentamento do risco de inadimplência, sabendo que o protesto do boleto em cartório pode ser necessário. Quando e como fazer isso devem ser questões respondidas no seu planejamento.

Do que você precisa para gerar boleto

Imagem 6 - Emissão de boleto MEI saiba como gerar boletos para receber dos clientes
Simplicidade para receber dos clientes: com um celular ou computador conectado a internet você emite seus boletos.

Um sistema emissor, de preferência com funcionamento online, é tudo o que você precisa para gerar o boleto e cobrar o seu cliente dessa forma.

Esse tipo de solução automatiza o processo, o qual consiste nas seguintes etapas:

  • Cadastro do cliente com dados de cobrança
  • Dados da operação para identificação posterior
  • Inserção de valores em boleto único ou múltiplos
  • Emissão do documento de cobrança
  • Identificação do status: a vencer, vencido ou quitado
  • Compensação do valor no prazo acertado e com o desconto da taxa prevista em contrato.

Passo a passo para emissão de boleto MEI na conta.MOBI

A conta.MOBI é uma conta digital de pagamento e recebimento com a solução perfeita para a emissão de  boleto MEI de maneira segura e econômica. No plano Profissional, o custo é de apenas R$ 2,49 por boleto compensado.

Veja agora os passos para emitir online o seu boleto pelo sistema da conta.MOBI no celular ou computador. Você pode também acompanhar a descrição neste vídeo.

  1. Acesse sua conta no conta.MOBI pela internet ou aplicativo
  2. Clique na opção Emitir Boleto
  3. Em seguida, preencha todos os dados solicitados
  4. Agora é só clicar em Emitir boleto. Pronto! Seu boleto foi gerado com sucesso!

O link do boleto pode ser enviado por SMS ou e-mail e também há a opção para imprimir o documento.

Conclusão

Imagem 7 - Emissão de boleto MEI saiba como gerar boletos para receber dos clientes
Experimente a conta.MOBI uma conta digital de pagamento e recebimento que ajuda seu negócio a crescer.

Neste artigo, apresentei os detalhes da emissão de boleto MEI por um microempreendedor individual, destacando as vantagens para a sua empresa e seu cliente. Também falei sobre as características dessa operação e como fazer da conta.MOBI a sua melhor ferramenta para gerar boletos.

Vai dizer que não ficou mais fácil adotar essa forma de cobrança? Se aquele que negocia com você quer pagar no boleto e há vantagens diversas para a empresa, por que deixar de oferecer essa opção a ele?

Baixo custo, eficiência e muita praticidade. Tudo de melhor que o boleto reúne se encaixa perfeitamente na rotina de um MEI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.