Posted in:

Medo de empreender? Mitos e verdades do empreendedorismo no Brasil

Imagem 6 -Medo de empreender Mitos e verdades do empreendedorismo no Brasil

O medo de empreender limita a criação de negócios de sucesso.

O Brasil é imenso e as oportunidades estão acenando por aí, para você que quer ser empreendedor ou que já está inserido no mercado.

Quer abrir uma empresa? Expandir?

Se o medo pega, você perde chances.

Mas por que as pessoas tem medo de empreender?

Muitas vezes, o medo acontece por vergonha. E vem com desculpas.

Você acha que não está preparado, que não tem a determinação para empreender necessária, que vai ser um fracasso e tal e coisa.

Existe um momento perfeito para abrir um negócio?

Não. Não existe esse momento mágico. E nem condições perfeitas para empreender.

É claro que não é para se atirar às cegas no mundo do empreendedorismo.

Arriscar nos negócios vale até certo ponto.

Para você que quer descobrir como superar o medo de empreender, este artigo traz boas dicas.

Para começar, há vários institutos de aconselhamento.

Eu posso indicar o Sebrae, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas.

E são muitos os cursos de formação e atualização para empreendedores. Presenciais ou mesmo online.

São ideais para quem não tem tempo a perder.  É só querer e escolher.

Com as estratégias para empreender que você vai conferir a partir de agora, tudo tende a ficar mais fácil.

Aos poucos, você vai vencendo o medo de empreender e conquistando a autoconfiança necessária para o sucesso.

Afinal, essa é uma das características esperadas de um bom empreendedor.

Vamos juntos encarar o desafio? Siga a leitura!

Contextualizando: o empreendedorismo no Brasil

Você certamente já ouviu que o Brasil é um país empreendedor, que o brasileiro tem tino para os negócios e por aí vai.

Até onde isso é realmente verdade, fica difícil afirmar com certeza.

Imagem 1 -Medo de empreender Mitos e verdades do empreendedorismo no Brasil
O empreendedorismo continua em alta, então fique de olho nos principais mitos e verdades do tema.

Mas não há dúvidas de que o assunto empreendedorismo está em alta por aqui. Ou melhor, continua em alta.

O relatório de 2016 do Global Entrepreneurship Monitor (GEM), publicado pelo Sebrae em agosto de 2017, aponta que o número de empreendedores no país vem subindo.

Mesmo com a crise? Sim. E até por causa dela.

Esse relatório diz que 36% da nossa população adulta está realizando alguma atividade empreendedora.

No entanto, abrir uma empresa aqui é uma maratona.

Requer paciência para lidar com a burocracia, tempo para resolver todos os detalhes exigidos por lei, custos com os quais você precisa arcar.

Isso varia de estado para estado, é claro.

Mas não há dúvidas de que a burocracia desafia.

E o curioso é que pode ser mais fácil abrir uma empresa em Minas Gerais e Rio Grande do Sul do que em São Paulo, por exemplo.

Somos um só país, mas com diferentes realidades e exigências diversas.

Uma mesma empresa pode ser aberta na metade ou no dobro do tempo, dependendo exclusivamente da sua localização.

Já pensou?

E haja tempo e paciência para peregrinar em vários locais diferentes.

Nenhum deles resolve tudo de uma vez. Nem a Internet.

Tem que correr atrás das licenças na prefeitura, na Junta Comercial, no Corpo de Bombeiros, na Secretaria da Fazenda, talvez junto ao Departamento de Meio Ambiente e assim vai.

Os custos com taxas de alvará pesam no bolso.

E o pior: eles variam também nos estados e municípios.  

De acordo com a Firjan, a Federação das Indústrias do Rio de Janeiro, o valor médio de abertura de uma empresa no Brasil, considerando etapas, taxas, portes e setores é R$ 2.038,00.

Sergipe é o estado que cobra mais caro. E a Paraíba o que cobra menos.

Obviamente, essa é uma média geral.

Para abrir uma empresa MEI, por exemplo, é fácil e rápido. E sem custos.

Isso em falar na Redesim, que ainda engatinha no país, mas promete dar início a um negócio em apenas dois dias.

Mitos e verdades sobre o empreendedorismo

Já contei uma verdade sobre o empreendedorismo no Brasil: muita burocracia, tempo e custos.

Mas há outras para você conhecer. E também mitos.

Vamos lá?

1. Qualquer negócio corre risco

Sim, isso é verdade.

Mas se isso está buzinando na sua cabeça, lembre-se de que empregos também correm.

Imagem 2 -Medo de empreender Mitos e verdades do empreendedorismo no Brasil
Para abrir um negócio, muitos assuntos estão envolvidos. Um deles é o conhecimento básico de finanças para controlar todo o seu fluxo de caixa.

Uma boa estratégia e um bom planejamento minimizam os riscos.

2. É preciso ter conhecimento básico de finanças

Também é verdade.

Mas precisa muito? Bem, não tem que ser especialista.

Mas é fundamental saber controlar o fluxo de caixa, prever gastos e ganhos.

E não colocar o dinheiro no que é desnecessário, é claro.

3. Só tem sucesso quem lança uma ideia original.

A originalidade ajuda, mas não é condição obrigatória.

Se for isso que está paralisando você, anote: ideias originais são boas.

Mas aperfeiçoar o que já está no mercado com mais qualidade e eficiência é maravilhoso.

4. Saber vender ajuda

Ajuda bastante.

Não precisa nascer sabendo.

Mas você pode se tornar um excelente vendedor.

É uma questão de estudo e treino, de aprender a correr atrás de bons clientes.

Ter argumentos e boa comunicação.

Imagem 3 -Medo de empreender Mitos e verdades do empreendedorismo no Brasil
Ser empresário ou ter carteira assinada? Ambos possuem dificuldades.

Quem se comporta como um empreendedor de sucesso acrescenta firmeza nas ações.

5. Ser empresário é melhor do que ter carteira assinada

Não necessariamente. Pode até ser pior.

Para dar certo, um negócio exige muito trabalho e dedicação.

Sua agenda tem que estar sempre organizada.

Saber dividir o tempo entre o trabalho e a vida pessoal é importante.

6. É preciso ter bastante dinheiro para começar

Esse é um mito muito comum.

Mas não precisa ser assim, pois existem negócios com investimentos pequenos.

Pesquise o seu mercado.

Entenda as necessidades do público-alvo.

É possível produzir rápido e com baixo custo.

7. Erros acontecem em todos os setores

Sim, é verdade.

É errando que se aprende.

Estude cada um deles para que não aconteça de novo.

Encare isso com naturalidade.

Não deixe que o medo de errar impeça você de seguir os planos.

8. Dinheiro garante que o negócio vai dar certo

Não é só $$$.

Ter capital é importante. Mas você tem que estar motivado e estimular sua equipe.

Comprometimento é mais do que só dinheiro.

Divulgação e marketing inteligentes também ajudam – e muito.

7 dicas para acabar com o seu medo de empreender

Ter medo de empreender acontece. Muita gente tem.

É partir para um território novo. Receio de fracassar.

Mas quantas pessoas querem deixar de bater ponto para ser patrão?

E esse medo é até saudável para conhecer os riscos e limites.

O medo só não pode deixar você imobilizado, sem ação, estagnado e preso à zona de conforto.

Vamos a algumas dicas que ajudam você a vencer esse medo.

Imagem 4 -Medo de empreender Mitos e verdades do empreendedorismo no Brasil
Não tenha medo de empreender, aplique a motivação e faça um bom trabalho!

1. Motivação

Para abrir uma empresa, ame o que vai fazer.

Você tem que estar motivado para se entregar ao trabalho.

Não adianta ser apenas um capricho.

Você precisa saber o que quer e qual satisfação essa nova etapa vai trazer.

É só o dinheiro? É só o prazer?

Com certeza, é ter os dois juntos para tudo dar certo.

2. Autoconhecimento

Analise as suas limitações, as suas qualidades e habilidades.

E também se o seu empreendimento tem a ver com seus valores.

Faça uma autoanálise bem honesta.

É medo do risco do mercado ou você se acha incapaz de gerir um empreendimento?

Quais são os seus limites para correr riscos?

Autoconhecimento nunca é demais.

3. Aceitações

Desenvolva sua ideias de produtos ou serviços.

Mostre para sua família e aos amigos de confiança.

Valide a ideia.

Pense friamente.

Se puder, dê uma sondada com desconhecidos para contar com uma opinião imparcial.

As aceitações trazem mais segurança para combater o medo.

4. Planejamento

Faça um plano de negócios bem detalhado.

Imagem 5 -Medo de empreender Mitos e verdades do empreendedorismo no Brasil
Realize um bom planejamento de negócios e mantenha o foco em todas as metas estabelecidas.

Uma ideia no papel vale mais do que apenas na cabeça.

Um documento já é um passo para a concretização do sonho empreendedor.

Acrescenta apoio e firmeza em sua iniciativa.

5. Foco

Planeje a médio e longo prazo.

Vença aquele papo de que o retorno acontece como um clique.

Ficar rico rapidamente é fantasia.

Dedique-se ao que é mais importante, como definir etapas e pesquisar o mercado.  

Com o foco ajustado, o medo e os riscos diminuem.

6. Aconselhamento

Acrescente um mentor à sua ideia.

Pode ser o professor de um curso, uma consultoria, um empresário experiente que conhece bem o que faz.

Vergonha não dá em nada.

Ter sucesso é saber chegar às pessoas. Perguntar. Ouvir e aproveitar os conselhos.

7. Estudo

A internet está repleta de informações. Use e abuse.

Pesquise e estude bastante. Sobre gestão, marketing e custos.

Acrescente cada vez mais informação em sua vida.

O conhecimento é uma ótima ferramenta para criar um negócio de sucesso, sem medo de realizar um sonho.

Vá em frente!

Conclusão

Este artigo abordou o medo de empreender. Um medo comum, mas desnecessário.

Espero que o que você leu o inspire a tirar a sua ideia do papel – ou colocar nele, caso ainda não tenha cumprido essa etapa.

Para tanto, não esqueça de ter todo o apoio possível.

Se você fizer um cadastro como MEI, por exemplo, tem direito ao suporte gratuito de um contador para a formalização.

Use aquilo que está ao seu alcance.

O sucesso mora nos detalhes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *