Posted in:

Brainstorming: 3 passos para potencializar seus resultados.

Brainstorming: O que é como fazer conheça passo

O brainstorming é uma técnica administrativa interessante e que tem sido utilizada por diversas empresas.

Consiste, basicamente, em uma reunião com a participação de colaboradores, que apresentam ideias para a solução de problemas ou para a melhorias de processos, produtos ou serviços.

Mas ela também pode ser uma aposta para ofertar ferramentas e campanhas para clientes, como a elaboração de ações publicitárias ou de marketing digital, desenvolvimento de softwares ou aplicativos, e por aí vai.

Como dá para ver, as aplicações são muitas e todas elas com potencial de agregar valor ao negócio.

O objetivo é aproveitar as habilidades e conhecimentos dos funcionários e estimular o uso da criatividade para qualificar uma abordagem e, assim, proporcionar resultados mais atrativos para a empresa.

Nesse artigo, você vai saber tudo sobre o brainstorming, como conceito, para que serve, opções de ferramentas, vantagens, como é feita a reunião e muito mais.

Confira no índice abaixo os tópicos que preparamos para a sua leitura.

Vamos começar? Aproveite a leitura!

Brainstorming: O que é? Conheça o conceito.O que é brainstorming? Conheça o conceito

Brainstorming é uma técnica utilizada para a busca de ideias e insights tanto para situações novas quanto para a solução de problemas antigos.

Evento organizado em grupo, tem o objetivo de potencializar a criatividade dos participantes, que devem apresentar sugestões de novidades ou melhorias para determinado contexto.

Qual o significado da palavra?

A tradução de brainstorming é “tempestade de ideias”.

Em inglês, a palavra é uma junção de brain, que quer dizer cérebro ou intelecto, com storm, que significa tempestade.

Portanto, nesse processo, a criatividade de todos os envolvidos é essencial para a busca de algo novo ou para resolver alguma situação.

Assim, as sugestões são dadas durante uma reunião e, em seguida, avaliadas e discutidas até que os participantes cheguem a um consenso com relação à melhor alternativa.

Brainstorming: origem

O método foi criado pelo publicitário Alex Osborn, nos Estados Unidos, há mais de 70 anos.

A intenção dele era testar a capacidade criativa das pessoas, em especial nas áreas de publicidade e propaganda e relações humanas, além do contexto das dinâmicas de grupo.

Brainstorm ou brainstorming?

Ao menos na prática, as duas palavras são utilizadas para se referir à mesma técnica administrativa.

Neste artigo, escolhemos “brainstorming”, que se mostra como o termo mais usual.

Mas não significa que “brainstorm” esteja errado.

O que é Brainwriting?

Brainwriting consiste em escrever as ideias em um papel antes de iniciar a discussão verbal em um brainstorming.

Brainstorming: O que é brainwriting?O objetivo é dar a oportunidade para que todos os envolvidos tenham a chance de criar, mesmo aqueles mais tímidos e menos participativos ou os novatos.

Assim, é possível explorar o potencial das pessoas ao máximo e aproveitar as muitas sugestões para chegar ao consenso.

Uma das condições, porém, é que as ideias não sejam assinadas e permaneçam anônimas.

É uma forma de levar os participantes à criação do produto final a partir de uma sugestão inicial.

Portanto, todos possuem o poder de decisão e a mesma responsabilidade com relação ao resultado.

Além da criação da ideia, o brainwriting representa uma ótima maneira de entrosar a equipe e levá-la a uma sensação maior de pertencimento com relação à empresa.

E a técnica tem sido tão utilizada, que hoje em dia já existem inclusive softwares e aplicativos que substituem o papel por textos digitados no celular.

Eles facilitam o processo e otimizam o tempo.

Como se usa o brainstorming e para que serve?

No âmbito empresarial, a estratégia pode ser utilizada para reuniões focadas no negócio, seja de planejamento, de inovação, de processos, de criação ou de melhoria de produtos ou serviços e muito mais.

Mas ela também é uma aposta para discussões com foco no cliente, como elaboração de campanhas publicitárias ou de marketing digital, desenvolvimento de softwares ou aplicativos.

Durante o encontro, um participante dá uma ideia, o outro complementa, um terceiro discorda, um quarto coloca uma nova alternativa e por aí vai.

Essa troca é essencial para atingir o melhor resultado possível.

Portanto, é muito importante que as ideias sejam bem recebidas e que haja espaço para debates.Brainstorming: Como se usa e para que serve?

Uma das premissas do brainstorming é o cuidado com a receptividade de todas elas.

Então, nenhuma ideia deve ser desvalorizada.

Existem ferramentas de brainstorming?

Existem ferramentas colaborativas que ajudam a organizar o processo de brainstorming

Confira duas opções:

Crazy 8

É uma espécie de jogo, no qual os participantes são desafiados a ter 8 ideias em apenas 8 minutos.

Na atividade, é utilizada uma folha de papel A4 dobrada 3 vezes, o que forma 8 espaços.

A seguir, basta registrar uma ideia em cada espaço, sem se importar se ela pode parecer boba ou ineficaz.

A intenção é ficar completamente livre de julgamentos.

E não se atenha à beleza ou técnica da produção, mas sim ao seu conteúdo, que deverá ser explicado aos demais participantes.


Voting dots é uma dinâmica eficaz para a reunião de brainstorming.

Nela, cada participante pode votar em 3 ideias, incluindo as suas próprias e também 3 vezes o mesmo item.

Na sequência, basta iniciar as discussões priorizando as que receberam mais votos.

Pode ser que todas sejam colocadas em pauta, mas, muitas vezes, as decisões vão sendo tomadas com base nas mais votadas e, portanto, aquelas com menos escolhas acabam por não entrar no debate.

Brainstorming: Existem ferramentasTécnicas de brainstorming: Deixando o processo produtivo

As técnicas de brainstorming fazem toda a diferença para sucesso da estratégia.

Conheça as principais delas e deixe o processo produtivo!

Preparação. Estudar é importante

É essencial garantir que o processo aconteça da melhor forma possível.

Para isso, os participantes devem se envolver de maneira efetiva com o brainstorming.

Esse engajamento é conquistado com a explicação sobre o tema a ser discutido e os motivos pelos quais ele precisa do comprometimento de todos.

É preciso falar da importância da contribuição dos participantes, destacando que o trabalho conjunto permite atingir de forma mais rápida e estratégica os resultados esperados.

Depois, basta pedir que as pessoas se preparem com antecedência para que a reunião seja, de fato, produtiva.

Outra dica é oferecer materiais individuais de estudo para a equipe se aprofundar no tema e refletir sobre ele.

Anotações em post it

Uma opção interessante durante a reunião de brainstorming é oferecer blocos de post it (aqueles pequenos blocos de papel autocolantes) para os envolvidos e pedir que escrevam neles as suas ideias.

Em seguida, é só colar os papéis em um quadro para que todos possam enxergar e, em seguida, iniciar a discussão.

Além de facilitar o encontro, a técnica inspira as pessoas a participar de maneira mais ativa.

Brainstorm reverso

Trata-se de trazer os problemas para a reunião e não as soluções.

Isso parece estranho? Na verdade, é mais simples do que imagina.

Basicamente, você vai pedir para as pessoas dizerem o que não se deve fazer em determinada situação.

Vamos a um exemplo?

Considere que o desafio seja como atender melhor o cliente.

Se você trocar por como atender mal o cliente, as respostas serão: sendo rude, não ajudando, não ouvindo, deixando na espera por muito tempo, entre outras.

Essa alternativa trará à tona os contextos vivenciados na empresa, que consequentemente promoverão uma importante reflexão sobre o problema.

Assim, ele se torna mais claro, assim como as opções de solução

MindmappingBrainstorming: Técnicas deixando processo produtivo

Mindmapping quer dizer mapa mental.

Para fazer, basta escrever 3 termos que tenham relação com o problema.

Depois, é só pensar em 3 palavras relacionadas, escrever em uma folha grande ou em um quadro e ligar uma à outra por meio de uma linha.

Ao terminar as 3 primeiras palavras, faça o mesmo para as derivadas e assim por diante, até que uma boa ideia surja no meio do percurso.

Brainstorming tangível

Consiste em levar para a reunião alguns objetos que ajudem a equipe a solucionar o problema.

Pode ser um produto que deve ser melhorado ou, então, opções de itens que possam resolver uma situação.

Se o nicho da empresa é educação, por exemplo, a dica é colocar na mesa alguns livros e materiais que levem as pessoas a ter insights.

A técnica da tangibilidade é muito eficaz para a identificação de problemas e para a percepção do que pode ser melhorado.

Quais são os benefícios em fazer um brainstorming?

Ao chegar até aqui, você já pôde identificar uma série de benefícios do brainstorming.

Mas para não deixar nenhuma dúvida sobre eles, neste tópico, vamos trazer os detalhes.

Confira!

Brainstorming: Quais são benefícios em fazer?Encontrar soluções

Nada melhor do que unir os colaboradores, que possuem experiência suficiente com o dia a dia da empresa e que até têm maior aproximação com os clientes, para encontrar as mais assertivas soluções.

Juntos, vocês poderão pensar em melhorias de produtos, serviços e processos ou em estratégias para um atendimento ao cliente mais eficaz.

Promover interação entre as pessoas

A interação que o brainstorming promove é muito importante para estreitar o relacionamento entre os colaboradores, algo primordial para a solução de diversos problemas (não só aquele apresentado na reunião).

Proporcionar maior pertencimento

Essa aproximação entre os funcionários leva a um maior engajamento com a equipe e com a empresa, o que aumenta a sensação de pertencimento também.

Levar à participação na solução do problema


Poucas coisas motivam mais um colaborador do que se sentir parte ativa na solução de um problema.

É uma forma de valorizá-lo e mostrar a importância do seu trabalho e contribuição com a empresa.

É fazer com que a pessoa tenha um propósito nela, algo primordial para atingir objetivos e metas.

Trazer melhores resultados

Além de resolver um problema de maneira mais eficiente, o brainstorming é uma estratégia eficaz para melhorar os resultados da empresa, e não só com relação à solução do desafio apresentado.

Afinal, a interação entre as pessoas e a sensação de pertencimento e de propósito, que acontecem devido a ele, levam os colaboradores a trabalhar motivados e a atuar de forma mais colaborativa nas suas metas.

Onde podemos utilizar o brainstorming?

O brainstorming pode ser usado em diversas situações, mas geralmente é uma aposta bastante assertiva no ambiente corporativo, independentemente do nicho de atuação da empresa.Brainstorming: Onde podemos utilizar?

Agências de marketing o utilizam para terem ideias de campanhas e ações para os seus clientes.

Negócios que trabalham com produtos podem usá-lo para melhorar um ou mais itens ou desenvolver algo novo.

Empresas de serviços têm no brainstorming uma possibilidade de rever o atendimento aos clientes.

Os exemplos de aplicação são muitos.

É só pensar em um problema e na contribuição que os colaboradores podem dar para a sua solução.

O que acontece em uma reunião de brainstorming? Os 3 passos de Alex Osborn

Para você entender o que acontece em uma reunião de brainstorm, é preciso conhecer os 3 passos de Alex Osborn.

Sabe quais são eles?

Nada de críticas, busca por volume de ideias e combinação de ideias similares.

Vamos conhecer mais cada um?

1. Sem críticas

Uma das premissas do brainstorming é a valorização de todas as ideias.

Nenhuma delas deve ser desmerecida.

Só assim a equipe se sentirá à vontade para sugerir e participar.

E é claro que, sem esse envolvimento, dificilmente o método atingirá o objetivo proposto.

2. Buscar volume de ideias

O maior número de ideias é o que faz a discussão ter qualidade e assertividade.

Isso leva a mais reflexões, a muitas contribuições e, consequentemente, a diversas possibilidades de soluções.

Inclusive, essa é uma forma de sair da caixa e trazer à tona opções que não seriam pensadas sem a estratégia.

3. Combinar ideias similares

Combinar as ideias é fazer associações entre similares e que, eventualmente, possam se complementar.

Essa junção de diversas sugestões mostra a percepção parecida que as pessoas têm de um problema, o que é muito interessante para a clareza sobre o que de fato precisa ser melhorado.

Cuidado: Algumas práticas podem não funcionar

Brainstorming: Cuidado algumas práticas podem não funcionarSim, o brainstorming é uma ótima alternativa para qualquer empresa buscar melhorias ou soluções de problemas.

Mas será que ele é sempre eficaz?

Infelizmente, não.

E se você não tomar os devidos cuidados, tende a transformar uma excelente técnica em perda de tempo apenas.

Para não cair nessa cilada, veja alguns erros comuns no processo.

Aplicar ideias sem entender a necessidade ou o problema

As ideias precisam partir de uma necessidade ou problema.

Se você não tem isso claro, é preciso primeiro entender a situação para depois convocar a reunião de brainstorming.

Para isso, é essencial se voltar ao negócio e refletir sobre aquilo que de fato pode ser melhor trabalhado ou que tem feito a empresa perder clientes, por exemplo.

Será que existe algum produto ou serviço que deve ser revisto ou até lançado para que ela atinja resultados mais satisfatórios?

Colaboradores que não compreendem o negócio completamente

Antes de os colaboradores entenderem o tema do brainstorming e a necessidade dele, é preciso que estejam totalmente engajados com a empresa, com as suas metas e com a sua missão, visão e valores.

Caso contrário, dificilmente conseguirão contribuir de forma plena para os resultados da estratégia.

Participantes desconfortáveis

O brainstorming precisa ser muito bem conduzido, desde o momento da convocação dos participantes.

Eles devem ter clareza do problema, mas também da importância de se posicionarem na reunião, que deve contar com a participação de todos ativamente.

Deixe claro que eles são fundamentais para os resultados, por isso, foram chamados ao encontro.

Esse é um reconhecimento das habilidades e da relevância das opiniões dessas pessoas.

Só assim elas vão se sentir à vontade para atuar e usar a sua criatividade a favor do negócio.

Outro ponto importante está relacionado ao momento em que o encontro acontece.

Os colaboradores se sentirão desconfortáveis se não tiverem a chance de colocar as suas ideias durante a reunião.

Pior ainda se acharem que estão sendo julgados pelos demais.

Apesar do brainstorming ser um momento completamente livre de críticas, é difícil controlar todas as pessoas.

Portanto, o líder da reunião é o responsável por eliminar qualquer tipo de julgamento e valorizar todas as ideias.

Como o brainstorming potencializa seus resultados? Faça em 3 passos

Um brainstorming de sucesso, voltado a resultados, deve ser realizado em três passos.Brainstorming: Como potencializa seus resultados faca em 3 passos

Confira quais são:

1. Estudo de caso: Entenda e analise o problema a ser resolvido.


Em um primeiro momento, você precisa apresentar o problema ao grupo.

Em seguida, vocês vão entendê-lo e analisá-lo, refletindo com relação às suas causas e fatores que influenciam.

Por último, é preciso pensar nas possíveis soluções: hora da chuva de ideias e do início do brainstorming propriamente dito.

2. Busque ajuda dos colaboradores

Durante o brainstorming, as ideias de todos os colaboradores envolvidos devem ser colocadas na mesa para que possam ser analisadas e discutidas pelo grupo.

Com base nisso, vocês vão debater as alternativas, unir umas às outras, concordar, discordar e conversar sobre aquelas que podem ser as melhores soluções.

3. Encontre possíveis soluções.

É possível encontrar uma, duas ou três soluções para o problema, o que significa que a reunião foi bastante produtiva.

Mas na hora de considerá-las, é importante analisar oportunidades e riscos.

Oportunidades

Faça uma análise cuidadosa das possíveis soluções.

Elas de fato vão contribuir para resolver o problema?

Riscos

Uma vez que encontrar uma solução, é preciso entender quais são os riscos de ela falhar ou comprometer algum processo.

Se for esse o caso, procure alternativas que tragam resultados sem impactar negativamente em outras demandas ou áreas.

Ao identificar riscos de falhas, é possível também minimizar ou eliminar as suas ocorrências com antecedência.

Como transformar a reunião em ações para o negócio?

Depois de encontrada a solução para o problema, é só colocá-la em prática.

Mas, afinal, como fazer isso?

Encontre a resposta nas dicas abaixo:

Planeje a resolução do problema para ter resultados

Sem planejamento, nenhuma empresa vai a lugar algum.

A solução é a criação de um novo produto? É a melhoria no atendimento ao cliente? É a mudança de um processo? É a contratação de um software?

Seja qual for a decisão, construa um plano estratégico para ela.

Defina ações

Ao planejar, é preciso estabelecer as ações a serem realizadas para o sucesso do projeto, assim como os responsáveis por cada uma delas.

Estabeleça um cronograma

Crie um cronograma com os prazos de entrega de cada ação, com os nomes dos responsáveis e com a data final.

Depois, chame os envolvidos e informe as devidas responsabilidades a cada um.

O cronograma deverá ser acompanhado dentro de um período pré-determinado, que pode ser diariamente, a cada dois dias, uma vez por semana ou conforme for interessante para a empresa.

Depende da complexidade do projeto e das suas etapas.

Meça seus resultados

Projeto entregue e rodando?

Meça os resultados depois de um tempo – pode ser um mês, dois meses ou mais, tudo vai depender do prazo médio que deve levar para atingir os objetivos.

Assim, você pode se certificar se ele realmente aconteceu da forma como planejado.

Caso contrário, re-visite as etapas e procure por possíveis falhas.

Se for esse o caso, acerte o que não está dentro das expectativas e coloque novamente para rodar.

Brainstorming: ConclusãoConclusão

Neste artigo, você conheceu tudo sobre o brainstorming: conceito, origem e vantagens, onde utilizá-lo e muito mais.

Um dos pontos mais importantes é a reunião, que deve ser muito bem planejada e conduzida para o sucesso do processo.

Colaboradores engajados, participativos e cientes do problema são essenciais para se chegar à melhor solução.

Depois, é necessário estruturar o projeto junto a todos os envolvidos para que a empresa de fato atinja os objetivos esperados.

Se este artigo ajudou, não esqueça de compartilhar em suas redes sociais.

E caso tenha mais alguma dica sobre o processo ou mesmo uma dúvida, deixe seu comentário abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *