Posted in:

Whatsapp Business: Como vender roupas e ter sucesso na sua venda

Whatsapp Business: Como vender roupas e ter sucesso na sua venda

Você conhece as vantagens do WhatsApp?

O app é o mais utilizado no Brasil, tendo nada menos do que 120 milhões de usuários.

Como fazer vendas pelo WhatsApp? Sim, hoje também é possível lucrar com o aplicativo.

Aliás, usar o aplicativo de troca de mensagens instantâneas para negociar peças de vestuário é como unir o útil ao agradável.

E a venda de roupas é o ramo de maior sucesso entre microempreendedores individuais (MEIs), segundo dados do Portal do Empreendedor.

Onde, então, está o segredo do sucesso?

Será na abordagem de venda pelo WhatsApp?

Na maneira como é feita a propaganda pelo WhatsApp?

Neste artigo, quero mostrar que tudo isso deve fazer parte de um planejamento estratégico.

É exatamente isso.

Whatsapp Busines: Conheça os erros e acertos e invista certo.

Embora use bastante o WhatsApp para fins pessoais, o objetivo agora é outro.

Dá para vender mais pelo WhatsApp, mas não sem estar preparado para isso.

Então, a partir de agora, você vai conhecer os principais erros e acertos para lucrar com WhatsApp.

Vai aprender a explorar o melhor do aplicativo para realizar vendas.

E confio que, ao final da leitura, terá uma receita clara para se dar bem.

Se você ainda não faz parte das lojas que vendem pelo WhatsApp, ou sequer tenha um negócio formal registrado, a oportunidade está aí.

Que tal agarrá-la com as duas mãos?

Descubra como vender roupas pelo WhatsApp!

Como vender roupas pelo WhatsApp?

Imagem 2 - Como vender roupas pelo whatsapp e principais cuidados
O bom atendimento é o segredo para o sucesso das vendas de roupas no whatsapp.

O mercado tem espaço para todos, apesar da grande concorrência no ramo do vestuário.

Tem como vender roupas pelo WhatsApp se você tem uma loja física ou virtual.

Também se faz disso uma alternativa de renda extra.

E, ainda, se apenas vê nela uma chance de ganhar algum dinheiro.

É preciso considerar que o país tem quase 13 milhões de desempregados ainda, segundo os dados mais recentes do IBGE.

Parte desse contingente se vira como pode.

Por que não tentar vender roupas pelo WhatsApp, então?

O medo da competição não pode tirar a sua sede de vitória. Principalmente por que hoje existem diversos grupos de vendas no whatsapp

Só não vale entrar nessa de peito aberto, mas sem saber nada sobre o terreno no qual está pisando.

É por isso que o fato de você estar aqui, buscando informações sobre como vender roupas no WhatsApp, deve ser saudado.

Esse é um excelente indício de que você está disposto a fazer a coisa certa.

Se assim for, com planejamento, as dicas que vai conferir podem realmente ajudar.

Então, vamos começar?

Reserve um número para vendas

Vender roupas pelo WhatsApp pode parecer complicado em um primeiro momento, mas tenha certeza de que, seguindo os passos corretos, não há o que temer.

Primeiro de tudo é preciso que você tenha um número de telefone destinado apenas para o uso comercial.

Inclusive, afirmo que um número é mais do que o suficiente.

Pessoas que possuem dois ou três números normalmente não conseguem atender com tanta eficácia.

Isso sem falar na dificuldade para encontrar alguns dos seus contatos.

Deixe a abordagem de vários números telefônicos para grandes empresas que possuem pessoal e disponibilidade financeira para arcar com todos os custos operacionais.

Divulgue aos potenciais clientes

Já com o seu número reservado, o próximo passo é conseguir fazer uma divulgação dele.

O Facebook tende a ser uma das melhores alternativas para isso.

Procure participar de pelo menos um grupo de compra e venda no whatsapp, existem alguns grupos destinados aos produtos que você vende (nesse caso, roupas).

Se possível for, segmente o máximo possível o seu mercado.

Foque em um determinado público

Sua abordagem de venda pelo Whatsapp deve ser precisa.

Na parte da segmentação, pense com exatidão sobre qual é o seu público.

Você vende roupas masculinas?

Femininas?

Qual o tipo de roupa que você vende?

São roupas sociais ou casuais?

Qual é o seu público-alvo, afinal?

Essas são algumas questões que você deve responder para conseguir ter sucesso com suas vendas.

O desafio é levar o produto certo à pessoa exata.

Jamais tente vender para quem não tem interesse no seu produto.

E, se possível, não desperdice o seu tempo e a sua lista de contatos com pessoas que jamais comprarão de você.

Essas pequenas dicas podem poupar muito da sua energia.

E, no mundo dos negócios, você saber que tempo é dinheiro, não é?

Capriche no atendimento

Com o seu número já divulgado em grupos e páginas no Facebook, não se esqueça que cartões de visita também são interessantes.

Se você puder, a divulgação pessoal também é bem-vinda, embora o Facebook sempre tende a oferecer resultados mais rápidos.

Então, chegou a hora de focar no atendimento propriamente dito.

O ideal é que você tenha algumas mensagens já gravadas (em áudio, em vídeo e em texto).

Assim, pode responder às questões mais frequentes do seu cliente no menor espaço de tempo.

Dúvidas relacionadas a preços, cores, tamanhos, modelos e até mesmo sobre como a entrega é realizada são as mais comuns.

Por isso, merecem a sua devida importância.

Tenha mensagens de resposta à sua disposição e leve o menor tempo possível para deixar tudo claro para um possível cliente.

Mas tenha cuidado e fuja dos erros comuns.

Evite erros comuns

Pergunte antes de mandar áudios ou vídeos, uma vez que esses materiais podem consumir o plano de dados móveis dos seus clientes.

Pode parecer um detalhe bobo à primeira vista, mas não é.

Imagine que o cliente tem sua conexão à internet interrompida porque você enviou a ele uma resposta por vídeo e não por texto.

O quão aborrecido ele vai ficar?

E mais: qual a chance de vender roupas pelo Whatsapp para ele depois disso?

Também não cometa o erro de realizar spam.

Na prática, significa enviar mensagens não solicitadas a pessoas que não estão na sua lista de contatos ou que não o conhecem.

Há uma tendência à rejeição imediata quando esse tipo de mensagem chega via WhatsApp.

Então, pode ser um tiro no pé.

O mesmo cuidado vale quanto ao envio de mensagens “pré-fabricadas”.

Elas são ótimas para sanar dúvidas comuns.

Por outro lado, são péssimas quanto se sobrepõem a um atendimento personalizado.

Procure individualizar o máximo possível cada contato e negociação.

E jamais deixe de ser cordial.

O seu atendimento é a chave para você vender mais pelo WhatsApp.

Entendido essas primeiras dicas, vamos avançar no próximo tópico sobre os principais cuidados para garantir sucesso na sua estratégia.

Principais cuidados que você deve ter para garantir sucesso na venda pelo WhatsApp

Imagem 3 - Como vender roupas pelo whatsapp e principais cuidados
Preocupe-se com a qualidade das roupas que você vende para sua clientela.

Digamos que você acredita ter feito tudo certo até aqui.

Já está pronto para descobrir como vender roupas pelo WhatsApp na prática.

Agora é o momento de ter atenção redobrada.

Por vezes, negócios se perdem nos detalhes.

É por isso que os principais cuidados para a sua estratégia dar certo envolvem, principalmente, a sua postura com relação os produtos que você está vendendo.

Informe a origem das roupas

Antes de mais nada, é imprescindível que você informe a origem dos seus produtos e o estado geral de cada um deles.

Procedência é algo que interessa a todo o tipo de consumidor, ainda que ele pareça valorizar apenas o quesito preço.

Produtos reconhecidos como “réplicas” também devem ser informados antes da venda.

Entretanto, não é recomendado que você venda esse tipo de mercadoria, dada a grande possibilidade de problemas jurídicos.

Nunca é demais lembrar que pirataria é crime.

Não só para quem fabrica como para quem comercializa.

Na prática, uma coleção pode se inspirar em uma marca famosa, mas há um limite por vezes difícil de observar entre cópia e inspiração.

Prefira peças originais e com nota fiscal

O ideal é que você venda apenas mercadorias originais.

E com nota fiscal, mesmo que você ainda não possua o seu CNPJ.

Como?

Para essas situações, providencie uma a nota fiscal do seu fornecedor para dar garantia do produto. Neste caso também é indicado o uso de um programa para loja de roupas para lhe auxiliar notas fiscais.

Atenção redobrada com itens usados

Se o item for usado, como em um negócio formato de brechó, é preciso pensar em uma forma de atestar a procedência.

Já pensou ser flagrado vendendo pelo WhatsApp uma peça que você recebeu de presente?

Embora não haja ilegalidade, seria um golpe na sua reputação.

Basta lembrar que o “tribunal” das redes sociais não perdoa.

Em todos os caos, agir com transparência é a maior garantia que o cliente pode receber.

Ganhe o cliente no atendimento

Sempre dê importância para o seu atendimento no pré e no pós-venda.

O seu primeiro contato deve ser cordial e mostrar com exatidão todo o seu produto.

Envie fotos e vídeos sobre o que você está vendendo.

Seja o mais claro e transparente possível, principalmente com relação à entrega do que você está vendendo.

A atenção que dá ao cliente em cada contato é o que pode transformá-lo em mais do que um comprador.

Pode estar ali um grande divulgador do seu trabalho.

Saiba identificar o momento do cliente

No marketing, especialmente no âmbito digital, costuma-se usar o termo funil de vendas para definir as diferentes fases de um cliente, da prospecção à compra em si.

Você não precisa se aprofundar nesse conhecimento, caso não queira.

Mas o mínimo que deve saber é respeitar o momento do cliente para adequar a abordagem a ele.

Jamais envie somente o preço ou force uma venda para um cliente que ainda está no seu processo de tomada de decisão.

Cada etapa da sua estratégia tem metas específicas, que exigem ações exclusivas.

Quando ele ainda está descobrindo mais sobre você e sua empresa (caso ela exista), pode ser cedo demais para tentar concretizar uma venda.

Já quando ele se mostra realmente pronto e interessado na compra, talvez só reste a ele encontrar a ocasião perfeita para isso, a qual pode ser uma promoção.

Mais uma vez, isso reforça a necessidade de um atendimento personalizado.

Sem isso, a chance de perder vendas é grande.

Sem mencionar a má impressão que pode causar.

Tenha uma política de trocas bem clara

Já que falei em garantia, não se esqueça de mencionar sobre esse detalhe em todos os seus atendimentos.

Informe se a troca ou devolução é com você ou diretamente no fabricante.

Se você não dá nenhuma garantia, deixe tudo isso de maneira bem clara antes da negociação prosseguir.

Cogite formalizar

Também é preciso estar ciente quanto às implicâncias legais em se ter um negócio pela internet.

Dependendo do seu volume de vendas, é imprescindível que você tenha o seu CNPJ para ficar regularizado com os tributos fiscais.

A venda de produtos sem emissão de nota fiscal pode ser considerada sonegação de impostos.

Ou seja, existem aspectos jurídicas sobre os quais você deve se informar.

Nesse caso, o mais indicado é que tenha profissionais de confiança ao seu lado.

Falo especialmente de um advogado e um contador.

São eles que entendem bem sobre as questões fiscais e tributárias e, portanto, podem lhe dar o suporte necessário.

Seja um MEI

Em relação ao CNPJ, não se esqueça que hoje não é mais tão difícil quanto no passado para abrir a sua empresa.

O cadastro no MEI é um caminho que serve para muitas pessoas que ainda estão dando os seus primeiros passos rumo à conquista do seu negócio próprio.

A formalização é online e gratuita, via Portal do Empreendedor.

E o custo mensal de manutenção do negócio é baixíssimo.

Fica em torno de R$ 50, pagos sempre até o dia 20, através do boleto DAS MEI.

Os passos para vender roupas pelo WhatsApp são os mesmos do que para outras mercadorias?

Imagem 4 - Como vender roupas pelo whatsapp e principais cuidados
Se vai vender roupa pelo whatsapp, uma preocupação que você precisa ter é com a logística de envio e de estoque.

Essa também é outra dúvida muito comum das pessoas que procuram por mais informações sobre como vender roupas pelo WhatsApp.

No geral, não existem muitas diferenças entre a venda de roupas e a venda de eletrônicos, por exemplo.

Todos os cuidados com a origem da sua mercadoria, com a sua apresentação e com o seu atendimento são semelhantes.

No entanto, para o nicho de roupas, o seu cuidado deve ser redobrado na sua apresentação do produto e no seu controle de estoque.

Informe os tamanhos disponíveis e jamais se esqueça de identificar as peças que você ainda possui.

Se possível, tenha um guia com tamanhos para exemplificar bem o caimento e demais detalhes da peça de roupa que está vendendo.

Muitos fabricantes possuem numerações e tamanhos diferentes, e isso pode fazer com que você venha a ter muitas trocas ou gerar insatisfações, o que nunca é bom.

Se atentando para esses pontos, raramente você terá algum problema.

O restante deve envolver o cuidado com o seu envio e com todas as outras questões envolvendo o atendimento (que já citei acima).

Fora isso, os passos de apresentação e resolução de dúvidas são basicamente os mesmos para qualquer tipo de venda.

Imagens são bem-vindas (assim como vídeos), e todas as dúvidas devem ser retiradas de acordo com as suas informações técnicas sobre o seu produto.

Inclusive, saiba qual é o material (tecido) das suas roupas.

E esteja preparado para responder perguntas sobre método de lavagem e de secagem para garantir a integridade do que você está vendendo.

Essas informações podem ser facilmente encontradas na etiqueta dos seus produtos e também com o fabricante dos materiais que você está vendendo.

Faça o seu dever de casa e esteja certo de que as vendas vão acontecer naturalmente.

O que você não deve fazer na venda de roupas pelo WhatsApp?

Imagem 5 - Como vender roupas pelo whatsapp e principais cuidados
Não tenha preguiça atender o seu clientes, se ele quer ver todas as cores disponíveis de um determinado modelo, envie toda as fotos para ele.

Imagine-se na seguinte situação: um cliente entra em contato com você e pede para ver todas as camisas polo que você tem a venda.

Você cordialmente informa que possui três modelos à disposição.

No entanto, só envia a foto de um desses modelos e diz que possui todos os tamanhos para qualquer modelo que ele escolher.

Falar somente a variação das cores e dos tamanhos, como você deve imaginar, não é o suficiente.

E para o cliente, a impressão que ficou é que você não estava muito interessado em atendê-lo.

Mas vamos além no exemplo.

Digamos que ele insista, o que muitos clientes não farão.

Então, faz uma pergunta sobre a existência de mais fotografias sobre seus outros produtos e pede uma informação sobre a origem das suas camisas.

Você envia as imagens e simplesmente diz que as camisas são originais.

No final de tudo, você envia o preço e fala sobre o método de entrega.

Esse talvez seja o “roteiro” mais comum das pessoas que procuram sobre como vender roupas pelo WhatsApp.

A princípio, essa metodologia pode não parecer errada, mas ela carece em muitos aspectos.

Vamos entender melhor?

Erros no atendimento

O primeiro deles é que você não deu a atenção devida ao seu cliente.

Já de cara, ele procurava sobre todas as suas opções e sobre as cores que você tem à disposição.

Isso basicamente quer dizer o seguinte: “Ei, tenho interesse em comprar, mas estou vendo se gosto de alguma coisa”.

Para esse tipo de situação, você deve aproveitar o interesse inicial do cliente para cativá-lo.

Faça isso utilizando todas as informações que puder.

Obviamente, você não deve passar informações desnecessárias.

Mas se ele está em busca de um bom modelo de camisa polo, é importante que mostre tudo aquilo que você tem e que possa interessá-lo de alguma forma.

Se você puder perguntar pelos gostos do seu cliente, melhor ainda.

Não tenha medo de questionar sobre o tipo de gola, o tipo de estampa, sobre a preferência de cores e assim por diante.

Esse passo “extra” faz com que a pessoa interessada se sinta bem atendida.

Sem mencionar ainda que aumenta bastante as suas chances de uma boa venda.

Com o erro da demonstração resolvido (não se esqueça que você pode enviar fotos e vídeos), procure informar com o máximo de informações possíveis (de maneira sucinta) a origem do seu produto.

Se ele for importado, deixa claro que ele foi comprado fora do país.

Diga, se possível, o país que você comprou.

Não há porque ter vergonha de informar que o seu produto pode ser de origem chinesa.

Inclusive, a aceitação e a compra por esses produtos aumentaram demais nos últimos anos.

Todas essas informações farão com que o cliente tenha segurança na hora de tomar sua decisão.

Procure se colocar no lugar do comprador e tente tirar todas as dúvidas que você teria ao comprar uma roupa pelo WhatsApp.

Por fim, fale sobre o preço e sobre o método de envio assim que o cliente pedir por essas informações.

Jamais envie imagens somente com o preço ou somente envie o preço para tentar “agilizar” o seu atendimento.

Normalmente, saiba que a melhor hora para informar o preço é quando o cliente já sabe tudo aquilo que ele precisa saber.

Ou seja, quando já percebe o valor da peça, o que não tem relação com o seu custo, mas com seus atributos.

Note também que todo o cuidado que você teve até aqui deve continuar com as perguntas sobre o envio e sobre o pagamento.

Jamais deixe o seu cliente inseguro em qualquer um dos passos até a conclusão da sua venda.

Bônus: Já pensou como irá receber pelas vendas feitas por WhatsApp?

Imagem 6 - Como vender roupas pelo whatsapp e principais cuidados

Aqui, pode estar o pulo do gato para você vencer a concorrência.

Normalmente, as vendas por WhatsApp são realizadas através do pagamento em dinheiro.

E em muitos casos, esse pagamento é realizado presencialmente e à vista.

O problema é que, se você se limitar a isso, restringe o seu próprio raio de ação.

Ou seja, só terá como vender roupas pelo WhatsApp para pessoas que moram perto da sua casa.

Nesse caso, está subutilizando uma ótima ferramenta de vendas online, como o aplicativo é.

Hoje em dia, existem outras formas de pagamento.

E elas não só garantem uma economia de tempo, como também pode aumentar ainda mais as suas vendas.

Isso se explica em função da comodidade e flexibilidade de pagamento que oferece para o cliente.

Como exemplo, uma conta digital que facilita a vida de quem vende roupas pelo WhatsApp.

Com ela, você pode receber fácil através de boleto e cartão de crédito e débito.

A maquininha é uma das mais baratas e de menores taxas do mercado.

E se o seu cliente está distante, vale conhecer o link de pagamento.

Essa é uma solução formidável.

Você mesmo gera e envia para o comprador pelo próprio WhatsApp, se desejar.

Ele abre o link e escolhe na hora como quer pagar: à vista no boleto ou cartão e ainda parcelado.

Tudo isso faz com que você passe mais profissionalismo e confiança para o seu cliente.

Sem mencionar que também poderá receber por suas vendas de forma mais segura.

Quando o pagamento for compensado, as duas partes da negociação recebem uma confirmação através do e-mail, o que aumenta ainda mais a transparência na venda.

Conclusão

Imagem 7 - Como vender roupas pelo whatsapp e principais cuidados
Agora que você já sabe que o WhatsApp é muito mais que um espaço de conversa, que tal começar a ganhar dinheiro vendendo roupa?!

Com todas as informações que conferiu neste artigo, você já sabe como vender roupas pelo WhatsApp.

Mais do que isso: está pronto para fazer o seu negócio decolar em um curto espaço de tempo.

Agora, só falta elaborar aquele planejamento sobre o qual falei lá no início.

E encarar o mercado, claro.

Afinal, não basta ficar apenas na teoria para ganhar dinheiro vendendo roupas.

Quanto mais experiente você for, melhores negócios tende a fechar.

Um comentário

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *