Posted in:

Análise de concorrência: como o monitoramento dos concorrentes pode ajudar a superá-los?

Imagem 11- Análise de concorrência como o monitoramento dos concorrentes pode ajudar a supe
Análise de concorrência: como o monitoramento dos concorrentes pode ajudar a superá-los?
5 (100%) 1 vote

Uma boa análise de concorrência pode trazer informações muito importantes para o desenvolvimento do seu negócio.

Conhecer seus concorrentes funciona bem na hora de tomar decisões assertivas, criar estratégias e implementar mudanças.

E o melhor de tudo isso é realizar essa observação com uma finalidade clara, como melhorar as vendas, aumentar o faturamento e, principalmente, a presença de mercado.

Se você gosta da ideia, mas não sabe por onde começar, está no artigo certo. 

A partir de agora, você vai saber mais sobre o conceito de análise de concorrência, os meios para realizá-la e os benefícios que ela agrega à sua empresa.

Entenda que essa estratégia é cada vez mais fundamental.

Ignorar os movimentos do mercado torna o seu negócio menos competitivo.

E as consequências, como é de se prever, não são nada boas.

O que é uma análise de concorrência?

Analisar a concorrência é como fazer um check-up sobre os seus competidores e rastrear onde eles estão e o que eles estão fazendo para se destacar no mercado.

Imagem 1- Análise de concorrência como o monitoramento dos concorrentes pode ajudar a superá-los
Fique de olho nos concorrentes e veja o quão isso é importante.

O grande objetivo dessa ferramenta é ter uma panorama sobre o que está funcionando para outros empreendedores do seu segmento.

Isso permite a você olhar para o próprio negócio, identificar oportunidades de melhoria e reforçar os pontos que já o colocam em vantagem competitiva.

É claro que você pode ter a sorte de estar no lugar certo, na hora certa, com a ideia certa e os clientes certos à sua frente.

Existem cases que relatam situações como essa, no entanto, sabemos que é exceção.

Há ideias que, mesmo tendo grandes profissionais à frente, não emplacam.

Por outro lado, alguns negócios começam bem, mas não mantêm uma boa performance no decorrer do tempo e acabam interrompidos.

Tudo isso acontece devido a inúmeros fatores.

Detalhes podem determinar o sucesso ou o fracasso de um negócio e, por isso, a análise da concorrência se revela tão fundamental.

Sua principal finalidade é encontrar caminhos e estratégias que são comprovadas por outros negócios e que estão fazendo a diferença.

Ter essas informações em mãos pode trazer um panorama geral sobre o seu segmento, o que explica a riqueza da ferramenta para empreendedores.

Por que você deve fazer a análise da sua concorrência

Analisar a concorrência é fundamental para equilibrar sua empresa e diferenciá-la frente aos seus competidores.

A ideia, claro, é sempre trazer maior lucratividade para o negócio e, por isso, as informações precisam ser revertidas em ações efetivas, que gerem resultados.

Imagem 2- Análise de concorrência como o monitoramento dos concorrentes pode ajudar a superá-los
Saber investir significa otimização de dinheiro e esforços.

É necessário analisar as particularidades de cada área e encontrar soluções que melhorem a sua empresa.

Avaliar se os mesmos erros não estão sendo cometidos, e corrigi-los, é fundamental.

O processo de análise da concorrência pode conduzir a cenários diversos, incluindo:

  • A necessidade do mercado por novos produtos e serviços que você possa oferecer
  • Encontrar novos espaços ou consumidores
  • Decidir quais ideias deve abandonar e quais têm potencial para levar adiante.

Esse filtro, inclusive, ajudar a economizar, pois permite ao empreendedor definir onde investir dinheiro do negócio, otimizar seu tempo e canalizar seus esforços.

Como o monitoramento da concorrência pode levá-lo ao topo do mercado

A análise de concorrência pode fornecer uma visão detalhada das empresas do mesmo segmento que a sua, a partir do ponto de vista de diversos clientes, fornecedores e outros atores do mercado.

Com o mapeamento dos pontos positivos e negativos de cada empresa, é possível conhecer as suas próprias oportunidades frente aos demais competidores.

O problema é que muitos gestores acreditam que definir o público-alvo basta.

Se eles fossem únicos no mercado, talvez bastasse.

Mas não se pode ignorar a concorrência, tampouco deixar de identificar quem faz parte dela e que ameaças gera ao crescimento do seu negócio.

Também é preciso investigar a natureza de uma empresa, no que ela se baseia, quem são seus administradores e como atua na fidelização dos potenciais colaboradores.

É importante estar atento sobre o que leva os clientes a buscarem soluções no seu concorrente.

Esse é um passo decisivo para investir em estratégias que visam diferenciar o seu negócio na captação dos clientes e no atendimento a eles.

Esse é o momento de se perguntar:

  • Em quais pontos minha empresa entrega excelência?
  • Quais seriam os aspectos necessários para melhoria?
  • Quem são os meus concorrentes?
  • O que me diferencia deles?
  • O que meu concorrente oferece e eu não?
  • Qual a participação do concorrente no mercado?
  • Como eles atuam nas mídias sociais?
  • Eles possuem site ou blog?
  • Quais são as estratégias de mercado mais proeminentes?
  • Eles utilizam estratégias tecnológicas, como marketing digital?
  • Quais os serviços de destaque em seu portfólio?
  • Em quais pontos fortes da concorrência posso me espelhar?

Sinceridade nas respostas e análise crítica são etapas imprescindíveis aqui.

Imagem 3- Análise de concorrência como o monitoramento dos concorrentes pode ajudar a superá-los
Realize a análise de suas concorrências e  se diferencie deles.

É nesse ponto que você vai observar se pode e como pode obter vantagem competitiva.

Não se trata de copiar os concorrentes, muito longe disso.

Até por que não basta analisar a concorrência se você partir para mais do mesmo.

Saber o que seu concorrente oferece é um ponto muito importante, mas é ao se diferenciar dele que você se aproxima do sucesso.

Você precisa encontrar a sua oportunidade, mas fazer melhor.

Muitos empresários possuem conhecimento de quem são seus oponentes no mercado, mas acabam investindo recursos de forma pouco estratégica.

Ou seja, sem planejamento.

Tenha foco naquilo que mostre reais possibilidades de evoluir e alavancar seus resultados.

O mais importante é inovar e se diferenciar.

Quais os principais métodos de análise da concorrência?

Existem muitas ferramentas que podem auxiliar no processo de análise de concorrência.

Mas entre todas elas, há duas que considero como principais.

Vou falar a partir de agora do benchmarking e da análise SWOT

Benchmarking Competitivo

O benchmarking é um instrumento que foca na melhora do desempenho para se posicionar à frente da concorrência.

Aqui, o processo é baseado na aprendizagem com as melhores experiências de empresas que atuam no mesmo segmento ou similar.

Imagem 4- Análise de concorrência como o monitoramento dos concorrentes pode ajudar a superá-los
Fique de olho nas etapas do benchmarking e supere a concorrência.

O benchmarking competitivo, especificamente, tem como objetivo a análise da concorrência direta, aquela que divide espaço no mercado com a sua empresa, que disputa o mesmo cliente com você.

Assim, o ponto de interesse é a comparação dos produtos e serviços, métodos, estratégias e campanhas.

O objetivo é superar o desempenho da concorrência.

Por isso, se compara o desempenho de processos ou produtos com similares, que sejam mais eficazes, eficientes e atendam à grande parte das expectativas do público-alvo.

Esse processo é composto de algumas etapas.

Vamos a elas:

1. Planejar

Na etapa de planejamento, é onde se define qual é o objeto do benchmarking e qual a missão que vai ser levada em conta durante o processo.

Além disso, também são selecionados os alvos a serem estudados, como os dados serão obtidos e, então, como serão comparados.

2. Fazer

Este é o momento de coletar dados.

Isso vale para dados coletados diretamente da fonte ou em domínios especializados, como veículos de imprensa.

As informações obtidas serão o objeto de estudo para as etapas seguintes.

3. Controlar

Nesse momento, os dados coletados são analisados, determinando as diferenças de desempenho entre os concorrentes analisados e, assim, os responsáveis são identificados.

4. Agir

Um dos momentos cruciais no processo.

É a hora de agir com foco em adaptação e melhoria, visando qualificar o desempenho da empresa de acordo com as conclusões de estudo.

Além disso, é importante avaliar como será possível obter vantagem diferencial e um posicionamento competitivo.

Análise SWOT

A análise SWOT é também conhecida em português como FOFA, acrônimo para Forças e Oportunidades, Fraquezas e Ameaças.

Essa análise permite que você agrupe as características dos seus concorrentes na comparação com o seu negócio, identificando o que eles têm de melhor e em quais pontos falham.

Imagem 5- Análise de concorrência como o monitoramento dos concorrentes pode ajudar a superá-los
Utilize a análise SWOT e contribua para o crescimento do seu negócio.

Após filtrar quais concorrentes serão analisados, é preciso fazer um SWOT para cada um deles.

É nesse momento que as coisas começam a ficar mais claras, trazendo a base necessária para fazer crescer o negócio, levando-o a superar a concorrência.

Para tanto, divida a análise em:

Pontos fortes (da concorrência)

Considere quais são as fortalezas que a sua empresa em análise possui, o que tem ela de melhor e quais atividades realiza com excelência e qualidade.

Pontos fracos (da concorrência)

Da mesma forma, considere aquilo no que seus concorrentes falham, no que deixam a desejar e que, por isso, são aspectos que se mostram como fraquezas.

Ameaças (da concorrência para o seu negócio)

Considere as fortalezas do concorrente analisado e reflita sobre o que pode ser uma ameaça ao seu negócio tanto no presente como no futuro.

Você deve responder no que pode ser superado pelos concorrentes e, assim, perder mercado.

Oportunidades (da concorrência para o seu negócio)

Esse é um ponto importante de atenção, pois existe grande possibilidade de você encontrar lacunas no mercado ainda não atendidas por seus concorrentes.

É aí que você deve atuar, pois a fragilidade das demais empresas funciona como uma porta de diferenciação para o seu negócio.

Vantagens para quem analisa a concorrência

Realizar a análise de concorrência não tem nada de imoral ou de antiético.

Não veja dessa forma, ou você estará perdendo uma oportunidade indispensável.

Além disso, qualquer estratégia que for colocada em prática deve ser bem elaborada, principalmente quanto aos objetivos pretendidos.

Antes de iniciar qualquer estudo, defina ao que ele se destina. Isso é fundamental!

Para superar a concorrência, é preciso saber como ela pensa, age e cria soluções para atender o mercado.

Nesse sentido, somente através da análise é possível entender o que seus concorrentes oferecem, o seu posicionamento no mercado e o que seu público deseja.

Imagem 6- Análise de concorrência como o monitoramento dos concorrentes pode ajudar a superá-los
Descubra as vantagens ao analisar os concorrentes.

Vou detalhar melhor cada uma dessas vantagens agora.

Entender as soluções dos seus concorrentes

Além de entender qual é a abordagem dos seus concorrentes, você também poderá compreender o que está por trás de cada ação deles.

Assim, pode antecipar suas reações a diferentes cenários.

Com essa análise, você tem acesso a métodos diferentes para resolver os mesmos problemas.

Entender o seu posicionamento de mercado

Essa aproximação permite que você entenda como seus concorrentes trabalham, qual o posicionamento e qual espaço a concorrência deseja ocupar no mercado.

Essas informações são muito úteis tanto para criar uma estratégia mais completa quanto para aprender com os acertos dos competidores.

Entender melhor o público

Uma das partes mais enriquecedoras do processo de análise da concorrência é o fato de entender melhor o comportamento dos seus clientes e suas necessidades.

É possível saber sua reação, o que eles mais gostam e o que os desagrada e como esperam que suas dores sejam solucionadas.

Com isso, você pode se colocar no lugar do seu público ao ver como ele é tratada pela concorrência.

Isso facilita suas ações na hora de tomar decisões.

No entanto, analisar não é o suficiente. Agir é o que vai fazer a diferença.

Por isso, é preciso conquistar os seus clientes de maneira diferenciada, como ninguém está fazendo. Essa prática o coloca muitos passos à frente da sua concorrência.

Mas como fazer isso?

Veja os principais passos.

Fique atento às “brechas” inexploradas

Por mais acirrada que a competição esteja, sempre há espaço para inovação.

Por isso, a vantagem é de quem está atualizado.

Assim, é possível apresentar soluções melhores do que aquelas que já existem.

Procure se diferenciar

Outra questão essencial é focar nos pontos que sua concorrência não está utilizando a favor e se diferenciar a partir deles.

Com isso, você estará apto a atrair mais clientes que estão sentindo a necessidade de algo no mercado.

Se preencher essa lacuna, você terá clientes fiéis.

Crie as suas oportunidades de negócio

Você também pode enxergar oportunidades de expandir o negócio e até adentrar em novos mercados, criar novos produtos e realizar parcerias.

Não é uma tarefa fácil, mas o risco de não saber como o mercado está evoluindo pode custar o futuro do seu negócio.

O importante é que você se posicione como referência no mercado.

Como fazer uma análise de concorrência?

Para entender melhor como fazer uma boa análise de concorrência, vamos separar o processo em algumas etapas.

São elas: definição de objetivos, elaboração de questionário, planejamento de pesquisa, seleção de dados, mapeamento de resultados, análise e ajustes no negócio.

Vou detalhar cada etapa agora.

Determine os seus objetivos

É imprescindível saber o que você está procurando.

Por isso, antes de qualquer coisa, é preciso definir o seu objetivo com a análise de concorrência.

Só assim você saberá o que procurar.

Uma análise feita por fazer não trará bons resultados, além de fazer você perder tempo e dinheiro.

Por isso, liste todos os seus objetivos e busque fazer uma pesquisa que responda a essas perguntas.

Crie um questionário

O questionário é necessário para nortear a pesquisa e chegar aos dados almejados.

Para criar esse questionário, faça as perguntas e pense nas respostas.

Com isso, veja se as perguntas trarão as respostas que você precisa para alcançar o seu objetivo.

Identifique como a pesquisa será realizada

Uma pesquisa de concorrente pode ser realizada de diversas maneiras, seja perguntando diretamente aos clientes, buscando informações em fontes de pesquisa ou até mesmo através da observação

Assim, você não investe recursos onde não é necessário e pode se manter focado nos objetivos.

Reúna todos os dados

Obtidos os dados, chegou o momento de reunir e agrupar tudo de forma compreensível.

Embora seja uma parte bastante trabalhosa, é aquela que vai trazer o panorama para alcançar os seus objetivos.

Organize de forma que facilite a compreensão e o estudo.

Faça um mapeamento visual dos resultados obtidos

Imagem 8- Análise de concorrência como o monitoramento dos concorrentes pode ajudar a superá-los
Mensurar e acompanhar os resultados obtidos fará com que descubra as melhores estratégias a serem adotadas.

Organizar os dados de forma visual facilita a interpretação e aumenta a capacidade de percepção das informações.

Gráficos ajudam muito e, caso você não tenha conhecimentos, pode investir em um profissional para ajudar.

Analise o seu estudo e alinhe ao seu objetivo

Após organizar todos os resultados, separe os seus concorrentes em mais e menos fortes.

No entanto, cautela!

Aqueles que você considera menos fortes não devem ser descartados.

Tudo deve ocupar o seu devido espaço na estratégia e nas ações que irá adotar para chegar aos objetivos propostos.

6 passos fundamentais para uma análise de concorrência eficaz

É verdade que o mercado está cada vez mais competitivo e os clientes vem sendo disputados acirradamente.

Por isso, algumas estratégias básicas podem ser seguidas para vencer a concorrência.

Vamos conhecer seis delas agora.

1. Identificação do concorrente

Um dos passos mais importante do monitoramento e análise da concorrência é entender como o mercado vem reagindo às mudanças sócio-econômicas.

Analisar as tendências e se planejar para estar um passo à frente não é menos importante.

É preciso identificar com quais preços e serviços a concorrência vem se desenvolvendo e analisar friamente seus maiores erros e acertos.

Saber negociar os preços também é fundamental.

2. Análise dos pontos fortes e fracos, ameaças e fraquezas

A análise SWOT é uma das melhores ferramentas de análise de concorrência, utilizada nas empresas para definir suas estratégias.

Estabelecer as relações de forças e fraquezas de seu concorrente e confrontar com as tendências que se verificam no ambiente externo à empresa é o que vai trazer os resultados positivos para o seu negócio.

A concorrência é uma ameaça, no entanto, uma das características da análise SWOT é, não apenas diagnosticar os fatores, mas também se atentar às ameaças para tentar transformá-las em oportunidades.

A análise SWOT faz parte da estratégia de desenvolvimento empresarial.

3. Agregue valor ao seu produto ou serviço

Estar em uma realidade de concorrência acirrada não significa que você não possa ter sucesso.

Mas as exigências aumentam, é claro.

Então, busque se especializar cada vez mais na relação com o cliente e no que oferece a ele.

Relações humanizadas são a solução para contornar qualquer situação e, mesmo diante de um cenário tão tecnológico, nunca existiu uma era em que as pessoas quisessem ser tratadas com tanta singularidade quanto hoje.

É aí que entra a questão de agregar valor ao seu produto ou serviço.

Investir em diferenciação e personalização sem dúvidas pode fazer seu negócio progredir.

O importante é entregar valor. As pessoas estão preocupadas com isso.

Por isso, apenas baixar o preço não vai garantir o mercado.

4. Determine a sua posição

Além de ter um negócio, é preciso identificar qual vai ser a sua posição no mercado. Como quer que seu potencial cliente o enxergue?

É preciso vender e ser persuasivo o suficiente para convencer o cliente do valor e da diferenciação da solução que você oferece.

Além de definir qual será a sua estratégia de posicionamento, você precisa ser visto.

Uma boa estratégia de marketing é baseada em conteúdo, produto e relacionamento.

Essas frentes precisam se integrar para que o seu negócio vá por um caminho realmente eficaz.

5. Não durma no ponto quando o assunto é inovação

Imagem 9- Análise de concorrência como o monitoramento dos concorrentes pode ajudar a superá-los
Aprenda a inovar e aplique todo o seu planejamento para se destacar no mercado.

Definitivamente, as empresas com melhor desempenho em inovação acabam vencendo e se destacando no mercado.

No entanto, é evidente que todo empreendedor tenha aquela incerteza sobre como inovar.

É aí que você precisa ter um bom planejamento.

Inovar não é, necessariamente, investir em algo caro.

É possível gastar menos, modificando o ambiente de interação por algo mais inovador, por exemplo.

Inove até mesmo sobre a maneira como vai inovar.

Seu cliente deve estar acima de tudo.

Em qualquer ideia que você tiver para melhorar o seu negócio, pense nele!

6. Tenha uma equipe engajada e focada em vencer a concorrência

É bem difícil engajar uma equipe a ponto de eles vestirem a camisa da sua empresa.

Difícil, não é impossível.

Cada vez mais, os colaboradores estão em busca de empresas que se identifiquem com os seus objetivos e no que acreditam.

Seja claro em seu propósito e mantenha todos cientes sobre a missão e os valores da sua empresa.

Essa transparência somente vai atrair aqueles que se identificam com o que você oferece.

Dica: ferramentas que podem ajudá-lo a monitorar a concorrência

Com a alta tecnologia disponível, não é difícil encontrar ferramentas para analisar a concorrência sem sair do escritório.

Vou falar de opções ideais para a sua estratégia online.

SEMRush

Essa ferramenta mostra quais são as principais fontes de tráfego de um site.

Assim, você pode utilizá-la em seu próprio site ou nas páginas dos seus concorrentes.

Através do SEMRush, é possível rastrear as palavras-chave que mais levam tráfego direito ao concorrente.

Pode ser encontrado em versão paga ou gratuita.

Google Keyword Planner

Um dos planejadores de palavras-chave mais conhecidos do mundo.

Sim, essa ferramenta é disponibilizada pelo Google e pode atuar em conjunto com o Adwords.

Através dessa ferramenta, você pode encontrar palavras-chave e, através delas, levar em conta o sucesso da concorrência.

Google Alerts

Essa ferramenta permite cadastrar expressões e receber notificações por e-mail, toda vez que um determinado termo é encontrado na internet.

Você pode cadastrar o nome do seu concorrente e monitorar como a marca dele tem se posicionado na internet, por exemplo.

Conclusão

Chegando ao final do artigo, você deve ter percebido que abrir um negócio exige pensar no longo prazo e não olhar apenas para as próprias ações.

Imagem 10- Análise de concorrência como o monitoramento dos concorrentes pode ajudar a superá-los
Agora que descobriu a importância de realizar uma análise de mercado, comece já a sua!

Seus concorrentes são uma peça chave no seu sucesso, pois se diferenciar deles é uma meta de sobrevivência para a sua empresa.

Analisar a concorrência é importante para que você possa ter um planejamento sobre como as ações do outro tendem a impactar o futuro da sua empresa.

É também uma excelente oportunidade de tirar boas lições sobre o que fazer ou não para conquistar o mercado.

Mas é preciso fazer uma análise cuidadosa para não perder sua identidade.

Analisar a concorrência não é querer ser como outra empresa, mas se posicionar para fazer diferente e superá-la.

Não desperdice os benefícios dela para o seu negócio.

Use a ferramenta a seu favor e leve sua empresa a outro patamar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *